Desabamento de terras em Angola causa pelo menos 13 mortos em mina artesanal de ouro

Autoridades locais já retiraram 13 corpos, estando em curso operações de resgate, embora o Ministério do Interior angolano refira não existirem sinais de sobreviventes “entre os que pesquisavam ouro ilegalmente”.

Um desabamento de terra numa área de exploração artesanal de ouro na província angolana da Huíla provocou hoje pelo menos 13 mortos e existe um número indeterminado de pessoas por resgatar, indica um comunicado do Ministério do Interior de Angola.

Segundo o Ministério, o incidente ocorreu às 08:00 locais (07:00 em Portugal) e as autoridades locais já retiraram 13 corpos, estando em curso operações de resgate, embora o Ministério do Interior angolano refira não existirem sinais de sobreviventes “entre os que pesquisavam ouro ilegalmente”.

“Os trabalhos de resgate permitiram localizar e resgatar 13 corpos, todos do sexo masculino, que posteriormente serão submetidos ao trabalho de reconhecimento. Não havendo, até ao momento, sinais da existência de sobreviventes, as ações de resgate prosseguem, no intuito de se aferir se existem mais corpos no local”, lê-se no comunicado.

Recomendadas

Venezuela: 12 das 24 regiões do país estão novamente às escuras

No início do mês, um apagão deixou o país sem energia durante uma semana.

Presidente da Boeing: ”Estamos a tomar as medidas necessárias para garantir a total segurança do 737 MAX”

“A Boeing está a finalizar o desenvolvimento de uma atualização de ‘software’ e a revisão do manual de treino dos pilotos para corrigir os erros dos sensores MCAS”, disse o presidente da companhia Dennis Muilenburg em comunicado.

Bolsonaro apoia Trump: “Nós vemos com bons olhos a construção do muro”

Posição foi assumida pelo chefe de Estado brasileiro numa entrevista emitida hoje pelo canal de televisão norte-americana Fox News, no âmbito da visita que Jair Bolsonaro está a realizar, desde domingo, aos Estados Unidos.
Comentários