Do surf aos milhões da ‘Champions’. Veja aqui todos os programas de outubro do “Jogo Económico”

Surf, turismo desportivo, golfe, jovens talentos do futebol português e os malefícios dos milhões da Liga dos Campeões. O mês de outubro teve um pouco de tudo no Jogo Económico, programa que conta com os comentários de Luís Miguel Henrique e João Marcelino.

Na primeira edição de outubro, debatemos o impacto económico do surf em Portugal. Para esta edição, contamos com a participação especial de Francisco Rodrigues, presidente da Associação Nacional de Surfistas:

O turismo vive o melhor período de todos os tempos em Portugal: em 2017, as receitas provenientes do turismo foram de 17 mil milhões de euros e a tendência é para que continuem a crescer nos próximos anos. E quanto ao turismo desportivo? Recebemos António da Cunha, CEO da Move Sports, uma das empresas que lidera este segmento em Portugal:

 

A 18 de outubro, debatemos qual a melhor forma dos clubes potenciarem os jovens talentos do futebol português e como conciliar a garantia de receitas e o proveito desportivo. Para esta edição, contámos com a participação especial de Luís Cristóvão, analista de futebol:

 

A 25 de outubro, o “Jogo Económico” recebeu a visita de Miguel Franco de Sousa, presidente da Federação Portuguesa de Golfe para debater o impacto económico da modalidade em Portugal:

 

No primeiro dia de novembro, recebemos o convidado Luís Vilar para debater os malefícios dos milhões da Liga dos Campeões na competitividade das Ligas europeias:

Recomendadas

Rui Pinto colabora com a justiça francesa no processo Football Leaks

Investigação envolve a UEFA, Paris Saint-Germain, Manchester City e investidores estrangeiros do Qatar e dos Emirados Árabes Unidos.

Ex-agentes processam jogador do Benfica em 500 mil euros

Empresa detida pelos ex-internacionais Fernando Meira, Nuno Assis e Pedro Mendes exige meio milhão a Alfa Semedo.

Qual a sensação de surfar uma onda de 30 metros? “Foi como descer uma parede de seda, a uma velocidade incrível”

Foi precisamente há um ano que Hugo Vau surfou, na Nazaré, aquela que terá sido a maior onde de sempre. Ao Jornal Económico, o português relembrou o feito de ter surfado a famigerada ‘Big Mama’, explicou o conceito desse ‘swell’ e apontou os novos talentos nacionais das ondas gigantes.
Comentários