Doenças cardiovasculares: responsáveis por mais de 30% das mortes

O Centro de Estudos de Doenças Crónicas recebeu a menção honrosa na categoria Investigação e Desenvolvimento no FNA com o projeto Poli4Hiper. Fique a conhecer melhor.

As doenças cardiovasculares constituem um grupo de doenças que afetam o coração e os vasos sanguíneos e são um importante problema de saúde, uma vez que, globalmente mais de 30 % das mortes estão relacionados com DCV, e a sua incidência aumenta dramaticamente com o envelhecimento da população.

Devido à sua prevalência, e ao aumento previsto na próxima década, o estudo e a procura de melhores tratamentos para as DCV têm ganho um maior interesse por parte dos setores académico e farmacêutico.

Estudos epidemiológicos têm mostrado uma relação benéfica consistente entre o consumo de frutas e vegetais e uma redução do risco DCVs. Estes efeitos têm sido associados à presença de uma classe de compostos muito abundante nas frutas e vegetais, os polifenóis. Os pequenos frutos são particularmente ricos nestes compostos e desta forma são considerados muito interessantes para o estudo dos seus efeitos benéficos.

Conheça melhor o projeto no vídeo em cima, onde estivemos à conversa com Cláudia Nunes dos Santos, Investigadora Principal do CEDOC e Andreia Gomes, aluna do CEDOC.

 

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com o Food & Nutrition Awards.

Recomendadas

Imobiliário e Reabilitação Urbana: o que vem aí?

Depois do crescimento dos últimos anos o sector imobiliário atravessa um momento de dúvida devido à pandemia. Saiba mais sobre o tema na talk do próximo dia 5 de agosto, às 17h00.

Inovar e patentear em Portugal: Como e quando?

Como pode Portugal fomentar a inovação e respetiva proteção da mesma, num contexto de recuperação desafiante? Saiba tudo na JE editors Talks do próximo dia 6 de agosto, às 15h00.

Chegou a hora da reestruturação?

A pandemia veio dificultar a vida de muitas empresas o que levou muitas destas a apostar na sua reestruturação para enfrentar as dificuldades. Será este o tema da JE editors Talks de dia 29 de Julho às 15h00.
Comentários