Donald Trump e Xi Jinping vão reunir e cenário anima Wall Street

Face a este cenário, o tecnológico Nasdaq valoriza 0,10% para 8.039,35 pontos, o alargado S&P 500 cresce 0,06% para 2.951,90 pontos e o industrial Dow Jones sobe 0,30%, para 26.800,06 pontos.

Reuters

A bolsa de Wall Street iniciou a semana com a confirmação por parte da China, de que que o presidente Xi Jinping irá reunir-se com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante a cimeira do G20 nos dias 28 e 29 de junho.

Uma informação que aumenta as esperanças de que as duas maiores economias do mundo possam travar as consequências negativas da guerra comercial em curso.

Face a este cenário, o tecnológico Nasdaq valoriza 0,10% para 8.039,35 pontos, o alargado S&P 500 cresce 0,06% para 2.951,90 pontos e o industrial Dow Jones sobe 0,30%, para 26.800,06 pontos.

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, alertou que as sanções “significativas” serão anunciadas esta segunda-feira e acrescentou que quer construir uma “coligação global” para lidar com a ameaça que diz ser proposta pelo Irão.

Donald Trump ordenou, mas posteriormente cancelou, um ataque militar na semana passada em resposta ao abatimento de um drone norte-americano por parte do Irão.

Nas outras cotadas o Caesars subiu 16% no comércio de pré-mercado depois da operadora de casinos ‘Eldorado Resorts’ concordou em unir-se num acordo que avalia o Caesars em 15 mil milhões de euros. Uma decisão que levou o ‘Eldorado a cair 6%. Enquanto isso, o Facebook e a Microsoft cresceram ambos 0,5%.

Ler mais
Recomendadas

Irão enerva Wall Street

Foi um final de semana tremido para a bolsa nova-iorquina com os três principais índices a fechar no vermelho.

BCP arrasta Bolsa de Lisboa para perdas. Europa fecha mista

Segundo o Eurostat Portugal continua a apresentar a terceira maior dívida pública (123,0% do PIB), depois da Grécia (181,9%) e da Itália (134,0%). Isto penalizou sobretudo bolsa italiana e a dívida soberana de Itália. No PSI 20 a queda de mais de 2% do BCP é justificada em parte pelo facto de o DjStoxx Banks ter a pior performance do dia.

PremiumPowell vai decidir quanto poderá correr o ‘touro’ de Wall Street

Os índices bolsistas norte-americanos não descolam de máximos e aguardam apenas o ‘OK’ da Fed no dia 31 para voarem mais alto com juros mais baixos. Nem a estagnação dos lucros reduz expetativas.
Comentários