Donald Trump e Xi Jinping vão reunir e cenário anima Wall Street

Face a este cenário, o tecnológico Nasdaq valoriza 0,10% para 8.039,35 pontos, o alargado S&P 500 cresce 0,06% para 2.951,90 pontos e o industrial Dow Jones sobe 0,30%, para 26.800,06 pontos.

Reuters

A bolsa de Wall Street iniciou a semana com a confirmação por parte da China, de que que o presidente Xi Jinping irá reunir-se com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante a cimeira do G20 nos dias 28 e 29 de junho.

Uma informação que aumenta as esperanças de que as duas maiores economias do mundo possam travar as consequências negativas da guerra comercial em curso.

Face a este cenário, o tecnológico Nasdaq valoriza 0,10% para 8.039,35 pontos, o alargado S&P 500 cresce 0,06% para 2.951,90 pontos e o industrial Dow Jones sobe 0,30%, para 26.800,06 pontos.

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, alertou que as sanções “significativas” serão anunciadas esta segunda-feira e acrescentou que quer construir uma “coligação global” para lidar com a ameaça que diz ser proposta pelo Irão.

Donald Trump ordenou, mas posteriormente cancelou, um ataque militar na semana passada em resposta ao abatimento de um drone norte-americano por parte do Irão.

Nas outras cotadas o Caesars subiu 16% no comércio de pré-mercado depois da operadora de casinos ‘Eldorado Resorts’ concordou em unir-se num acordo que avalia o Caesars em 15 mil milhões de euros. Uma decisão que levou o ‘Eldorado a cair 6%. Enquanto isso, o Facebook e a Microsoft cresceram ambos 0,5%.

Ler mais
Recomendadas

Wall Street termina sessão animado apesar de resultados negativos das construtoras

A bolsa de Nova Iorque fechou a sessão desta quarta-feira com um sentimento positivo apesar das perdas de empresas do setor da construção e fabricantes de semicondutores. Os investidores analisaram os relatórios do último trimestre destes setores. No encerramento da sessão desta quarta-feira, o S&P 500 cresce 0,34%, para 3,004.62 pontos, o tecnológico Nasdaq valoriza […]

Bolsas europeias pendentes do Brexit e do BCE. Lisboa animada com CTT e BCP

Europa maioritariamente em alta em véspera de BCE. Lisboa não foi exceção com as ações dos CTT, BCP e Galp a puxarem pelo índice. A dívida pública continua em queda.

Regresso ao ativo dos Boeing 737 MAX anima Wall Street no início da sessão

As ações estão a reagir positivamente à notícia de que os Boeing 7373 MAX podem regressar aos céus ainda este ano. Adicionalmente a empresa espera um disparo de 36% da produção ao ritmo de 57 aviões por mês até ao final de 2020.
Comentários