E-Goi lança app Qero a 7 de junho

A tecnológica portuguesa e-Goi lança a aplicação Qero, para as empresas que não têm app, a 7 de junho .

A app Qero, da e-Goi, é adaptável à imagem de qualquer empresa ou negócio que poderá notificar instantaneamente os clientes sobre as suas novidades através de notificações push e personalizá-las com base nas preferências ou localização geográfica de cada cliente.

A E-Goi anunciou a 1 de abril uma oferta de uma app gratuita durante 24 horas que foi, segundo Hugo Pascoal, Brand & Communication Manager na tecnológica, uma “verdade vestida de mentira”.

A ação, explica o responsável “despertou tanta curiosidade que os nossos clientes praticamente nos obrigaram a desenvolver todo o conceito e a aperfeiçoar o produto em tempo record”.  Dois meses depois nasce a Qero, “a app própria para as empresas que ainda não têm app”, refere.

A aplicação não tem custos para as empresas, é fácil de configurar sendo igualmente gratuita para os clientes que a utilizem.

“Os nossos clientes são os grandes culpados e ao mesmo tempo serão os grandes beneficiados de uma aplicação que amplia o leque de canais de comunicação de baixo custo para as PME”, refere Miguel Gonçalves, CEO da E-Goi.

“Já tínhamos lançado as notificações push mas, por entender que maior parte dos nossos clientes ainda não tinham app, colocamos mãos à obra e criamos uma app, grátis e pronta a usar. De uma forma geral, a tendência será, a curto prazo, um aumento exponencial da utilização de notificações push.”, conclui.

Para breve, está ainda programada a utilização do Qero como parte integrante de programas de fidelização.

OJE

 

Ler mais
Recomendadas

Sonae diz-se preocupada com o ‘Luanda Leaks’

O grupo cruza interesses com Isabel dos Santos na NOS e por pouco não aumentou a exposição às parcerias com a empresária angolana através da ida dos hipermercados para aquele país africano.

Grupo Vila Galé confirma desistência do projeto de Una na Bahia

“Nunca houve ali indígenas, nunca ali houve uma reserva indígena, não há, nem vai haver, como vão ver daqui a pouco tempo, quando surgir a decisão final”, garantiu Jorge Rebelo de Almeida reagindo às notícias de que o projeto iria inviabilizar uma reserva de indígenas brasileiros.

Vila Galé vai investir 45 milhões e abrir mais três hotéis em 2020

Com a abertura destas três unidades hoteleiras e a ampliação do Vila Galé Douro Vineyards, o grupo irá aumentar a sua oferta em 318 quartos – atualmente gere mais de 7.500 quartos – elevando de 34 para para 37 hotéis em Portugal (27) e no Brasil (dez).