EDP comunica ao mercado venda do défice tarifário de 384 milhões

“Estes défices tarifários resultam do diferimento por cinco anos da recuperação dos sobrecustos de 2017 e 2018, respetivamente, com a aquisição de energia aos produtores em regime especial (incluindo os ajustamentos de 2015 e 2016, para o défice tarifário de 2017, e de 2016 e 2017 para o défice tarifário de 2018)”, diz a eléctrica.

Cristina Bernardo

A EDP informou hoje a Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários (CMVM) da venda do défice tarifário em Portugal, de 384 milhões de euros.

“A EDP Serviço Universal, comercializador de último recurso do sistema elétrico português, detido a 100% pela EDP, acordou a venda, através de oito transações individuais sem recurso, de 10,4% do défice tarifário de 2017 e de 26,1% do défice tarifário de 2018, relativos ao sobrecusto com a produção em regime especial, por um montante de 384 milhões de euros”, refere o comunicado à CMVM.

O comunicado acrescenta que “estes défices tarifários resultam do diferimento por cinco anos da recuperação dos sobrecustos de 2017 e 2018, respetivamente, com a aquisição de energia aos produtores em regime especial (incluindo os ajustamentos de 2015 e 2016, para o défice tarifário de 2017, e de 2016 e 2017 para o défice tarifário de 2018)”.

Recomendadas

Governo propôs “mecanismo célere e ágil” para lesados não qualificados do Banif

“Após um aprofundado trabalho de análise jurídica, atendendo às diferenças face ao caso dos lesados do papel comercial do BES, o Governo propôs na referida reunião que fosse adotado um mecanismo célere e ágil com vista a reduzir as perdas sofridas pelos lesados não qualificados do Banif”, é referido num comunicado do gabinete do primeiro-ministro.

Marques Mendes antevê acusações de gestão danosa da CGD nos anos 2005 a 2008

Segundo o comentador, o facto de Ministério Público ter chamado a si a auditoria às gestões anteriores da CGD significa que se prepara para acusar gestores de gestão danosa. Marques Mendes revelou ainda que a auditoria está também no BCE. Outro tema em análise foi a OPA à EDP, a propósito da visita de Xi Jinping a Portugal. Marques Mendes diz que a OPA vai morrer de forma “natural”.

China convoca embaixador norte-americano após detenção de diretora da Huawei

A China convocou hoje o embaixador dos Estados Unidos em Pequim para protestar contra a detenção da diretora financeira da operadora de telecomunicações chinesa Huawei e pediu a Washington que abandone o pedido de extradição.
Comentários