EDP Renováveis assina contrato com a Tri-State Generation para fornecer energia no Colorado

Há 12 anos nos EUA, a empresa portuguesa entra agora no 15º Estado norte-americano, estando já presente na Califórnia, Carolina do Sul, Indiana, Illinois, Iowa, Kansas, Minnesota, Ohio, Oklahoma, Oregon, Nova Iorque, Texas, Washington e Wisconsin.

A EDP Renováveis assinou um PPA de 15 anos para a venda de energia limpa gerada no Estado do Colorado, nos Estados Unidos, anunciou a empresa liderada por Manso Neto em comunicado.

Este contrato foi fechado com a Tri-State Generation and Transmission Association, Inc, uma associação composta por 43 cooperativas elétricas e empresas públicas de energia, e marca a entrada da EDP Renováveis no 15º Estado norte-americano, lê-se na nota.

O parque eólico de Crossing Trails terá uma capacidade instalada de 104MW e deverá estar em operação em 2020. A empresa explica que vai produzir energia suficiente para abastecer mais de 47 mil habitações rurais médias do Estado do Colorado e terá também vantagens económicas para a região – incluindo a criação de postos de trabalho, pagamentos de rendas aos proprietários dos terrenos, entre outras.

Há 12 anos nos EUA, a empresa portuguesa entra agora no 15º Estado norte-americano, estando já presente na Califórnia, Carolina do Sul, Indiana, Illinois, Iowa, Kansas, Minnesota, Ohio, Oklahoma, Oregon, Nova Iorque, Texas, Washington e Wisconsin.

Recomendadas

Calçado vegan? Sim, também já há

Uma empresa da Póvoa de Lanhoso considera que nem mesmo uma indústria tradicional como o calçado precisa de recorrer a produtos que, do ponte de vista da sustentabilidade, não fazem sentido.

Crédito Agrícola elege nova administração a 25 de maio

A Caixa Central de Crédito Agrícola é responsável pela coordenação e supervisão das 80 Caixas de Crédito Agrícola Mútuo e é liderada por Licínio Pina desde 2013, há dois mandatos. O gestor trabalha no banco há mais de 30 anos.

Empresas começam projetos de inovação mas não conseguem acabar mais de metade

O excesso de projetos, a falta de liderança e a ausência de processos estão a bloquear o desenvolvimento das organizações mundiais, segundo o estudo “Having a successful innovation agenda”, elaborado pela multinacional Oracle.
Comentários