Efacec assina contrato para construir central de energia solar no Chile

A operação, que deve entrar em operação ainda este ano, vem reforçar o posicionamento no mercado solar da Efacec no Chile, elevando para quase 70MW a sua potência instalada no país.

A portuguesa Efacec foi escolhida pela chilena D’E Capital para liderar a construção e operação de uma central solar em Santiago, no Chile. A operação, que deve entrar em operação ainda este ano, vem reforçar o posicionamento no mercado solar da Efacec no Chile, elevando para quase 70MW a sua potência instalada no país.

A construção e operação da central solar terá lugar no parque solar La Blanquina, na região de O’Higgins, localizada a 80 quilómetros a sul de Santiago. O parque ocupa uma área de cerca de 20 hectares e vai ter uma capacidade de produção anual superior a 26GWh, o equivalente à energia consumida por mais de 9 mil lares do Chile anualmente.

A empresa portuguesa foi escolhida pela D’E Capital, que se dedica a investir no desenvolvimento e construção de projetos de energias renováveis, após um concurso no qual foram apresentadas oito propostas. Entre os projeto em concluso incluíam-se o fornecimento de serviços de engenharia, design, procurement, construção, comissionamento e garantia de máquinas e equipamentos elétricos.

O grupo Efacec está presente em vários mercados estratégicos como a Europa, os Estados Unidos da América, a América Latina, Ásia, Médio Oriente, Magrebe e África do Sul. A área das energias renováveis têm sido uma das grandes apostas da Efacec, na tentativa de “antecipar soluções para um mundo mais sustentável”.

Relacionadas

Lucro da Efacec sobe 75% para 7,5 milhões de euros em 2017

“Em 2017, entrou em atividade uma nova fábrica de mobilidade elétrica que triplica a capacidade de produção de carregadores rápidos”, destacou a Efacec Power Solutions.

Efacec fabrica 300 carregadores ultrarápidos para rede norte-americana

A Efacec explica que se trata do “primeiro carregador rápido com potência de 350kW DC”, que é “sete vezes mais rápido que os atuais carregadores”.

Academia Efacec “espelha o novo modelo de formação” da empresa

O projeto conta com a participação de formadores internos e externos, com destaque para a escola de negócios Porto Business School.

Efacec vai recrutar 700 pessoas até 2020

A empresa lançou esta quarta-feira um programa de recrutamento com foco especial na mobilidade elétrica e na automação e que privilegiará a diversidade de género.
Recomendadas

Primark estende programa de algodão sustentável ao Paquistão

Segundo esta cadeia, 4,4 milhões de pijamas de algodão da Primark fabricados com algodão de origem sustentável foram vendidos no primeiro ano desta iniciativa.

“Crescimento da Mercadona virá de Portugal”, assume presidente do grupo

O líder da distribuição em Espanha está a atingir o limite máximo de lojas no país vizinho e optou por Portugal para ser a primeira experiência de internacionalização e para continuar a expandir-se.

Diogo Vaz Guedes pede falência e perdão de 67 milhões

Há cerca de um ano, em outubro de 2017, o Novo Banco já havia avançado com uma ação contra Diogo Vaz Guedes, na tentativa de recuperar uma dívida de 4,3 milhões de euros relativa à Gespura, uma das sociedades do empresário.
Comentários