Efacec emitiu obrigações no valor de 58 milhões de euros

De acordo com a informação da empresa liderada por Isabel dos Santos, esta operação vai suportar o crescimento sustentado dos negócios do grupo. A Optimal Investments e a Beka Finance atuaram como assessores financeiros da operação.

A Efacec, empresa controlada pela empresária angolana Isabel dos Santos, lançou uma emissão obrigação obrigacionista no valor de 58 milhões de euros.

De acordo com a informação da empresa, esta operação vai suportar o crescimento sustentado dos negócios do grupo.

“A Efacec Power Solutions, SGPS, SA fixou esta sexta-feira [dia 19 de julho] os termos finais de uma emissão obrigacionista no montante de 58 milhões de euros, com uma maturidade ‘bullet’ a cinco anos e uma taxa fixa de 4,5%”, explica um comunicado da empresa.

Segundo esse documento, “a Efacec Power Solutions, SGPS, SA obteve uma notação de rating BBB- atribuída pela agência de ‘rating’ Axesor e a emissão foi colocada exclusivamente junto de investidores institucionais, com 64% do montante colocado junto de investidores espanhóis e 36% colocado em Portugal”.

Os responsáveis da Efacec adiantam também que será solicitada a admissão à negociação das obrigações junto do MARF – Mercado Alternativo Renta Fija – da BME – Bolsas y Mercados Españoles, a partir do próximo dia 23 de julho.

“A presente emissão permite à Efacec garantir as condições para o crescimento sustentado dos seus negócios nos diferentes mercados em que opera, bem como alongar a maturidade média da dívida financeira, refinanciar a dívida existente e diversificar as fontes de financiamento da Efacec, utilizando um instrumento financeiro de desintermediação”, acrescenta o referido comunicado.

A Beka Finance e a Optimal Investments atuaram como ‘joint coordinators,’ e a Vieira de Almeida & Associados como assessor jurídico da operação.

Esta foi a primeira operação deste género realizada pela Optimal Investments, empresa fundada há dois anos por José Maria Ricciardi e Jorge Tomé.

 

Ler mais
Recomendadas

PAN pede campanha informativa sobre 5G em Matosinhos

Matosinhos tem uma Zonal Livre Tecnológica, promovida pelo CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento, da qual faz parte a NOS. A operadora usa a zona para testar 5G e em outubro anunciou ter coberto “integralmente” com a nova tecnologia móvel. Agora o PAN pede palestras, conferências e debates por toda a cidade para explicar o que é o 5G.

PremiumPropostas não vinculativas pela Brisa são esperadas até 19 de dezembro

O grupo José de Mello e o fundo Arcus, que controlam a maioria do capital, colocaram à venda 80% da empresa (40% cada um).

Transporte de passageiros nos aeroportos nacionais regista crescimento de 6,6%

Este valor representa um aumento de 7,8% em relação ao trimestre anterior num total de 18,8 milhões de passageiros. Em sentido inverso, o transporte de mercadorias verificou quebras de 12,9% nos portos marítimos nacionais, 15,9% por ferrovia e 5,8% por via rodoviária.
Comentários