Eficiência energética: GoParity captou um milhão de euros para projetos em Portugal

Esta plataforma de investimentos sustentáveis em Portugal conseguiu esta verba ao abrigo do programa Horizonte 2020, da Comissão Europeia.

Fabian Bimmer/Reuters

A GoParity, plataforma de investimentos sustentáveis em Portugal conseguiu, ao abrigo do programa Horizonte 2020, da Comissão Europeia, trazer para Portugal um financiamento no valor de um milhão de euros para financiar projetos de eficiência energética no nosso país.

“Em Portugal e na Europa são desenvolvidos anualmente diversos projetos de diferentes dimensões com intenção de apostar na eficiência energética. Não obstante, por diversos motivos – falta de verbas, limitações burocráticas ou desconhecimento de fontes de financiamento disponíveis – muitos projetos ficam por implementar”, alerta um comunicado da GoParity.

O montante de um milhão de euros que a GoParity já conseguiu captar “promete mudar este cenário”, garante esta plataforma.

A GoParity vai ser a coordenadora de uma iniciativa europeia que visa estimular o investimento em projetos de eficiência energética em todo o país.

Este projeto, que abrange tanto o setor público como o privado, tem como objetivo despoletar o investimento e implementação de um ‘pipeline’ de projetos que terá que atingir, pelo menos, os 15 milhões de euros até 2021 através do apoio ao desenvolvimento de projetos com metodologias comprovadas e que estimulam a confiança dos investidores, agrupando-os em ‘pacotes’ de investimento e identificando os investidores e modelos de negócio adequados.

Com coordenação nacional a cargo da GoParity, este consórcio conta também com a participação de quatro agências de energia (Almada, Arrábida, Gaia e Porto), da Câmara Municipal de Cascais, da Eupportunity e da SRS advogados.

Ao projeto, juntou-se ainda a Lisboa E-nova, a Agência de Energia e Ambiente de Lisboa.

“É um projeto único, com uma abordagem inovadora em Portugal, e que cremos que irá colmatar uma grande lacuna ao nível do investimento na eficiência energética. Sabemos que a Comissão Europeia tem os olhos postos em nós e a fasquia está elevada, mas acreditamos que vamos superar os objetivos que propusemos”, defende Nuno Brito Jorge, fundador da GoParity.

De acordo com este responsável, estamos perante “uma abordagem inovadora e contamos envolver vários ‘stakeholders’ associados ao setor da eficiência energética em Portugal, desde área política e institucional, a municípios, empresas privadas, empresas de serviços energéticos e investidores que procuram investimentos rentáveis e sustentáveis”.

A GoParity disponibiliza campanhas de financiamento participativo para apoio de projetos que apostam na sustentabilidade, permitindo assim que cidadãos ou empresas possam rentabilizar os seus fundos ao mesmo tempo que geram benefícios económicos, sociais e ambientais.