“Elaborámos um pacote que não é reivindicativo, mas é reivindicador”, afirma líder da CAP

O presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) falou na apresentação do ‘Ambição Agro 2020-30’, o plano de recuperação da atividade económica nacional da CAP que decorre esta quinta-feira no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Eduardo Oliveira e Sousa, presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) apresentou esta quinta-feira, 24 de setembro, o ‘Ambição Agro 2020-30’, o plano de recuperação da atividade económica nacional da CAP. “Elaboramos um documento que não é um pacote reivindicativo, mas é reivindicador”, começou por dizer.

O responsável da CAP relembrou que a verba disponibilizada pela Europa aos países da União Europeia é um pacote financeiro “como nunca se viu antes” destinado à recuperação económica do país. “É um dinheiro para os agentes económicos e empresas. “É muito dinheiro”.

No entanto, Eduardo Oliveira e Sousa, realçou que é necessário esclarecer quem vai gerir este pacote e quem o vai escolher. “É preciso uma estrutura que deverá estar próxima do poder de decisão e capaz de resistir aos ciclos eleitorais. Não é imaginável uma distribuição às fatias e aleatória. A Europa não o vai admitir”.

O líder da CAP salientou que este documento apresentado hoje não diz respeito apenas ao setor da agricultura, mas a todo o país, deixando ainda uma chamada de atenção para a tecnologia. “Portugal tem de fazer chegar banda larga a todo o país. Os jovens não se deslocarão para zonas onde a internet não chegue”.

Eduardo Oliveira e Sousa deixou também um apelo ao desenvolvimento industrial para que este funcione como um  motor da economia nacional.

 

CAP apresenta contributo para plano de Costa Silva para a recuperação económica do país

Ler mais

Relacionadas

CAP apresenta contributo para plano de Costa Silva para a recuperação económica do país

O grande objetivo deste documento estratégico, que vai ser apresentado hoje, dia 24 de setembro, no Centro Cultural de Belém, pela organização liderada por Eduardo Oliveira e Sousa, é acelerar a recuperação económica e impulsionar o setor agroflorestal e o interior do país.
Recomendadas

Edmundo Martinho vai liderar comissão para elaborar Estratégia Nacional de Combate à Pobreza

O Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e mais seis individualidades entre as quais Carlos Farinha Rodrigues, especialista em pobreza e desigualdades, integram a recém-criada comissão que irá elaborar a Estratégia Nacional de Combate à Pobreza que será apresentada pelo Governo até 15 de dezembro. Despacho que cria nova comissão foi hoje publicado em Diário da República e sinaliza que medidas terão em conta a “degradação” das condições materiais de muitos portugueses devido à pandemia.

Topo da agenda: o que não pode perder na economia e nos mercados esta semana

A semana será marcada pela discussão e votação na generalidade do Orçamento do Estado para 2021. Os analistas e investidores estarão ainda atentos à reunião do Banco Central Europeu e aos sinais que chegam sobre a economia, através da publicação da estimativa rápida do PIB da zona euro, do terceiro trimestre.
Vasco Cordeiro com Carlos César

Vasco Cordeiro diz que o PS teve “vitória clara e inequívoca” nos Açores

Líder do PS-Açores, que procura o terceiro mandato enquanto presidente do governo regional, defendeu que as eleições deste domingo “não foram um plebiscito ao governo regional”. E recusou-se a comentar paralelismos com o que aconteceu em 2015, quando a coligação liderada por Passos Coelho foi a mais votada, mas o seu governo acabou por ser derrubado na Assembleia da República.
Comentários