Elon Musk prevê III Guerra Mundial (e não tem nada a ver com a Coreia do Norte)

Os Estados Unidos, a China e a Índia são os três países que lideram a corrida da inteligência artificial (IA). Preocupações do CEO da Tesla chegam depois de uma frase de Putin: “Quem se tornar o líder nesta esfera [da IA] vai tornar-se no governante do mundo”.

Nos Estados Unidos, o dia do Trabalhador é celebrado na primeira segunda-feira de setembro. E foi precisamente esse dia que Elon Musk escolheu para fazer previsões do juízo final, não por causa das últimas provocações da Coreia do Norte, mas pela crescente ameaça da inteligência artificial (IA).

O empresário sul africano, mais conhecido por ser CEO da Tesla e da SpaceX, recorreu ao twitter para partilhar as suas preocupações sobre uma possível futura III Guerra Mundial.

A Coreia do Norte “deve ser a última na nossa lista de preocupações sobre um risco existencial de civilização”, escreveu Musk em resposta a um seguidor: “Isto [inteligência artificial] faz parece a Coreia do Norte menos importante”.

“China, Rússia e brevemente todos os países com forte [desenvolvimento da] ciência de computação. A competição para a superioridade de AI a nível nacional vai provavelmente causar a III Guerra Mundial, na minha opinião”, disse Musk em outro tweet, usando a internet de curta mão para “na minha opinião”.

Esta opinião do empresário veio em jeito de resposta a um comentário recente do presidente russo, Vladimir Putin: “A inteligência artificial é o futuro não só da Rússia, mas de toda a humanidade”, disse então o presidente ao The Verge. “Quem se tornar o líder nesta esfera [da IA] vai tornar-se no governante do mundo”.

Neste momento, os Estados Unidos, a China e a Índia são os três países que lideram a corrida da IA, de acordo com um executivo da indústria de alta tecnologia, citado pela CNN.

A preocupação do CEO da Tesla vai mais além. O sul-africano acredita que os outros países vão tentar alcançar o fim através de qualquer meio possível. “Os governos não precisam seguir as leis normais. Podem obrigar empresas a desenvolver IA, se necessário”.

Ler mais
Relacionadas

‘Intelligence Augmentation’

Em vez de estarmos preocupados com tecnologias que nos imitam, devemos focar-nos em tecnologias que amplifiquem as nossas qualidades e capacidades.

Elon Musk e outros líderes tecnológicos apelam à ONU a proibição de “robôs assassinos”

Segundo alertam os especialistas, estes projetos de inteligência artificial “ameaçam tornar-se na terceira revolução na guerra”.

Inteligência artificial ganha terreno no setor do ‘Data Center’

Muitos analistas confirmam o grande potencial da inteligência artificial quando se trata de aplicações empresariais e melhoria da posição competitiva da empresa.
Recomendadas

De Carlos Queiroz à análise de dados, como pode a ciência ajudar o futebol? Assista ao ‘Jogo Económico’

João Medeiros, diretor de reportagens da revista Wired e autor do livro “Virar o Jogo”, vem esta sexta-feira ao ‘Jogo Económico’ para debater com os comentadores Luís Miguel Henrique e João Marcelino como a ciência tem vindo a ajudar o desporto ao longo dos anos.

Rápida, simples e flexível? Esta é a solução de gestão empresarial de que a sua empresa precisa

Gerir a sua empresa não tem que ser complicado. O Sage X3 disponibiliza funcionalidades que podem ser configuradas de forma única para satisfazer o seu negócio.

Hoje há ‘Jogo Económico’. De Carlos Queiroz à análise de dados, como pode a ciência ajudar o futebol?

João Medeiros, diretor de reportagens da revista Wired e autor do livro “Virar o Jogo”, vem esta sexta-feira ao ‘Jogo Económico’ para debater com os comentadores Luís Miguel Henrique e João Marcelino como a ciência tem vindo a ajudar o desporto ao longo dos anos.
Comentários