EMEL investiu 870 mil euros na compra de 730 novas bicicletas elétricas para a rede partilhada Gira

A entrega das primeiras bicicletas elétricas, cerca de 400 bicicletas, está prevista até ao final de dezembro, devendo as restantes chegar ao longo do primeiro trimestre de 2021.

A EMEL – Empresa de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa investiu cerca de 870 mil euros na aquisição de mais 730 bicicletas elétricas para reforçar a rede partilhada Gira, na cidade de Lisboa.

“No seguimento do concurso público internacional, a EMEL adjudicou a compra de 730 novas bicicletas elétricas para reforçar sistema da rede de bicicletas partilhadas de Lisboa, Gira, ao consórcio MEO/Soltráfego, pelo valor de 1.191 euros a unidade, perfazendo um total de 869.430,00 euros”, revela um comunicado da empresa municipal da Câmara de Lisboa.

Segundo esse comunicado, “a entrega das primeiras bicicletas elétricas, cerca de 400 bicicletas, está prevista até ao final de dezembro, devendo as restantes chegar ao longo do primeiro trimestre de 2021”.

Os responsáveis da EMEL recordam que a manutenção de todo o ‘Sistema de Bicicletas Partilhadas Públicas (Bicicletas e Estações)’ é, desde maio, assegurada por esta empresa.

“A EMEL acredita que a Gira é cada vez mais uma peça essencial para a transformação do panorama da mobilidade em Lisboa, permitindo a residentes e a quem se movimenta na capital fazer as suas deslocações em segurança e sem ‘stress’, ao mesmo tempo contribui para uma cidade e um país mais sustentáveis”, conclui o comunicado da EMEL.

 

Ler mais
Recomendadas
Miguel Maya

CaixaBank espera lucros de 48 milhões do BCP apesar da provisões para créditos em francos suíços na Polónia

Apesar das provisões de 121 milhões por causa dos créditos hipotecários em francos suíços, o CaixaBank estima que o BCP apresente resultados líquidos no primeiro trimestre de 48 milhões de euros.

Galp distribui dividendo de 35 cêntimos a partir de 20 de maio

A Galp anuncia que aos acionistas que os dividendos se encontram a pagamento a partir do dia 20 de maio de 2021, com as ações a entrarem em ex-dividendo no dia 18. A “record date é a 19 de maio de 2021”, disse a empresa.

Holding da família Queiroz Pereira comprou mais 0,02% da Semapa

A Sodim, SGPS comunicou à Semapa – Sociedade de Investimento e Gestão, SGPS, “que hoje adquiriu em bolsa 1.816 acções, representativas de 0,002% do capital social da Semapa”.
Comentários