Empresário mais rico do Reino Unido poderá mudar-se para o Mónaco

Ratcliffe – cuja fortuna está avaliada em 14,6 mil milhões de dólares – é proprietário de uma casa na Riviera Francesa e poderá tornar-se o mais recente milionário a desfrutar do regime de impostos mais baixos.

Jim Ratcliffe, engenheiro, fundador da Ineos e o empresário mais rico do Reino Unido, poderá estar a ponderar mudar-se para o Mónaco, segundo noticiou esta semana o jornal Telegraph. As razões não são ainda conhecidas, mas poderão estar relacionadas com o regimes tributário aliciante do principado.

A mesma fonte garantiu ao Telegraph que dois executivos seniores da produtora de químicos Ineos, Andy Currie e John Reece, estarão dispostos a mudar-se com Ratcliffe. A empresa deverá, no entanto, manter a sede em Londres.

Ratcliffe – cuja fortuna está avaliada em 14,6 mil milhões de dólares – é proprietário de uma casa na Riviera Francesa e poderá tornar-se o mais recente milionário a disfrutar do regime de impostos mais baixos.

O próprio governo monegasco aponta, no seu site oficial, para os “impostos favoráveis” como uma das principais características do estado. Ao contrário do que acontece em outros países europeus, o Mónaco não cobra impostos de propriedade, ganhos de capital ou taxas camarárias.

Recomendadas

ANACOM celebra 30º aniversário com mudança de imagem do site

A ANACOM vai também levar a cabo outras iniciativas, designadamente, a organização de um concurso de fotografia de âmbito nacional e a abertura ao público do acervo documental da ANACOM.

Venda da Cimpor: como se desfez o ‘império’ cimenteiro em Portugal

A Cimpor chegou a operar em quatro continentes e em 12 países. A empresa extingue-se, mas permanece a marca. E fica a promessa dos turcos em “fazer da Cimpor novamente uma grande empresa”.

Matos Fernandes: “Grande aposta na energia elétrica em Portugal é no solar”

Na conferência foi referido que em 2030 a meta de contribuição da totalidade das fontes de energia renováveis é de 37% na Europa, enquanto para Portugal o objetivo é alcançar 47%.
Comentários