PremiumEscassez de ‘chips’ leva Bosch para novo lay-off em Braga

Crise no fornecimento de componentes eletrónicos para a indústria automóvel leva Bosch a aplicar novo ‘lay-off’ na fábrica que produz soluções de mobilidade. Ao todo, 2.300 trabalhadores vão ser afetados.

A partir do dia 10 de maio, os trabalhadores da fábrica de Braga da Bosch vão entrar novamente num período de lay-off, que se prevê vir a durar um mês.

“Vamos aplicar [em Braga] o lay-off previsto no código de trabalho”, revelou o representante da Bosch em Portugal, Carlos Ribas, em entrevista ao Jornal Económico, garantindo que se trata de uma “solução temporária” face à escassez de componentes eletrónicos na indústria automóvel.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Balsemão: “Este livro não é, nem pretende ser, um ajuste de contas”

A apresentação do livro de 962 páginas, onde o patrão do Expresso e da SIC, conhecido jornalista, empresário e político relata as suas Memórias, coube a Luís Marques Mendes e Clara Ferreira Alves. “Devemos agradecer às pessoas que nos fazem felizes”, disse Balsemão, citando Proust.

Caixa não pode “descurar o rigor” nem cometer “erros” após boas notícias, diz Paulo Macedo

“Se a Caixa se mantiver competitiva, se a Caixa assegurar uma boa ‘governance’, se a Caixa mantiver um rigor de crédito e melhorar as suas práticas e cada vez tiver mais próxima do cliente, se não fizer o oposto disto, eu acho que apesar do negócio bancário estar muito difícil, e dos proveitos ‘core’ bancários preverem-se estar estagnados, a Caixa tem uma boa base para prosseguir o seu caminho”, disse o CEO da CGD.

Moody’s sobe rating da CP

“A subida tem em conta as fortes ligações entre a Comboios de Portugal e o soberano, do qual recebe um apoio financeiro considerável”, considerou Francesco Bozzano, o analista da empresa na agência norte-americana, onde tem o cargo de analista vice-presidente-sénior.
Comentários