Recorde em obra de artista vivo: escultura de Koons vendida por 81 milhões

A escultura “Rabbit”, de Jeff Koons foi vendida por 91 milhões de dólares num leilão da Christie’s em Nova Iorque.

A escultura “Rabbit”, de Jeff Koons, foi vendida por 91 milhões de dólares (81 milhões de euros) num leilão da Christie’s em Nova Iorque, um recorde no valor pago por um trabalho de um artista vivo. O leilão realizou-se na quarta-feira.

A peça do norte-americano, criada em 1986, é considerada um dos ícones da arte do século XX e supera o preço histórico alcançado há apenas seis meses pela pintura do britânico David Hockney “Retrato de um Artista (Piscina com Duas Figuras)”, tendo sido vendida por 90 milhões de dólares em novembro.

Há apenas quatro esculturas de “Rabbit”, feitas em aço inoxidável, mas esta é a única que ainda permanece em mãos privadas, uma vez que as restantes pertencem a museus de Los Angeles, Chicago, nos Estados Unidos, e do Qatar.

 

Recomendadas

Sociedade Portuguesa de Autores premeia jurista Patrícia Akester

A cooperativa de autores entregou esta quarta-feira o prémio Pró-Autor à advogada que criou um gabinete jurídico relacionado com Propriedade Intelectual e Inteligência Artificial.

Escapadinha de fim de semana? Aproveite. Ryanair com voos a partir de 3,99 euros

Existem 100 mil lugares com voos 20% mais baratos para os meses de maio, junho e julho.

Local Tuk Tuk investe em Madrid e cria novo negócio com os veículos

“O mercado espanhol é cerca de quatro vezes maior. Espanha é muito mais apetecível porque está a crescer”, refere o fundador, Filipe Figueiredo. Além das típicas tours, a empresa portuguesa apostou na venda e aluguer das viaturas. Em 2018, a faturação da empresa com esta unidade de negócio foi de cerca de um milhão de euros.
Comentários