Espanha lidera investimento na banca e seguros em Portugal

Há também mais novas empresas com controlo de capital fora do País.

Os investidores estrangeiros estão a dominar os setores da banca e dos seguros em Portugal, noticia o “Correio da Manhã” este domingo, citando um estudo da Informa D&B. Espanha lidera no controlo de empresas portuguesas e no volume de investimento.

A participação estrangeira nos seguros constitui 86% do setor, enquanto na banca representa 61%, segundo um estudo da Informa D&B. E ainda que o investimento proveniente do estrangeiro apenas detenha participações em 3% (9705) das empresas nacionais, assegura 47% do volume de negócios e 25% do emprego em empresas nacionais.

Mais, há 7866 das empresas nacionais exclusivamente controladas por investidores privados ou empresas estrangeiras, com um investimento fixado em 341 mil milhões de euros, de acordo com o estudo.

Espanha é líder: o país vizinho é maioritário em 2040 empresas, num investimento de 136 mil milhões de euros – 103 mil milhões dos quais na banca. Por exemplo, o CaixaBank, por exemplo, controla o BPI e o Totta está nas mãos do Santander.

Segue-se França, que controla 738 empresas, com um investimento de 48 mil milhões, e a China.

“A China afirma-se pelas entradas recentes em empresas de grande dimensão, em especial nos seguros e na saúde”, lê-se no estudo.

Segundo o CM, as empresas controladas por estrangeiros garantem ainda mais de um quarto das exportações do País, sendo que as controladas por alemães registam o maior volume de exportações.