Estádio da Luz à beira da interdição?

Segundo avança o Record, o Instituto Português do Desporto e Juventude pode interditar o Estádio da Luz caso não seja convencido de que o recinto cumpre os novos requisitos legais. A resolução acontecerá durante esta segunda-feira.

O Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) está a ponderar a interdição do Estádio da Luz. Em causa está o cumprimento ou não das novas normas legais por parte do recinto desportivo dos encarnados, avança o Record.

Caso a interdição avance, o primeiro jogo do campeonato, frente ao Sporting de Braga, poderá ter de ser realizado noutro local, depois de o IPDJ notificar a Liga, a FPF e PSP.

O mesmo jornal cita fonte oficial do Benfica, que refere que o clube não recebeu qualquer notificação por parte do IPDJ e que acredita que o assunto será esclarecido na próxima reunião entre os responsáveis do clube lisboeta e o IPDJ. Esta reunião já foi alvo de uma tentativa de adiamento por parte do benfica, mas o IPDJ dá como prazo para a resolução desta matéria o final desta segunda-feira.

Recomendadas

E-toupeira: novos emails divulgados indiciam ofertas a árbitros

“Correio da Manhã” e “Record” noticiam mensagens publicadas no blog intitulado “Mercado de Benfica” indiciam a existência de ofertas a árbitros, que incluem prostituição e o pagamento de contas de hotel, assim como registam a existência de uma relação estreita entre o Benfica e as suas claques.

Lucros do Benfica caem 53,7% para 20,5 milhões

O clube encarnado anunciou à CMVM lucros de 20,58 milhões de euros no exercício de 2017/2018, o que corresponde a uma queda de 53,7% face aos 44,53 milhões na época passada.

Transferências milionárias são um problema no futebol? FIFA prepara uma revolução

De acordo com um relatório da FIFA, encomendado por Gianni Infantino, o presidente do organismo máximo do futebol internacional pretende introduzir alterações no mercado de transferências. Entre os vários problemas, a especulação é a grande visada. Para já, é de esperar um limite aos empréstimos.
Comentários