Estrangeiros vendem perto de mil milhões de euros em ações da Arábia Saudita

Esta é uma das maiores vendas desde que o mercado abriu para direcionar as compras externas em meados de 2015, numa semana em que os investidores foram abalados pela deterioração das relações da Arábia Saudita com governos estrangeiros após o desaparecimento do jornalista Jamal Khashoggi.

Os cidadãos estrangeiros venderam perto de mil milhões de euros em ações da Arábia Saudita, de acordo com os dados de câmbio, segundo revela a agência “Reuters”, este domingo, 21 de outubro. Estas vendas surgem após uma semana em que os investidores foram abalados pela deterioração das relações da Arábia Saudita com governos estrangeiros após o desaparecimento do jornalista Jamal Khashoggi.

O país árabe revelou que o jornalista morreu durante uma luta dentro do seu consulado em Istambul, naquele que foi o primeiro reconhecimento da sua morte depois da Arábia Saudita ter negado durante duas semanas o envolvimento no seu desaparecimento.

“Acreditamos que os EUA manterão a Arábia Saudita como seu aliado próximo, dada (entre outras coisas) a importância do país na região do Médio Orient e sendo o produtor de 10% do suprimento mundial de petróleo.”

O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, disse este domingo que a explicação da Arábia Saudita sobre o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi foi “um bom primeiro passo, mas não o suficiente”, acrescentando que é prematuro discutir quaisquer sanções contra o incidente.

Donald Trump,  parece ter como objetivo censurar um assassinato que provocou indignação global, enquanto protegia as relações com o maior exportador de petróleo do mundo.

O mercado de ações da Arábia Saudita caiu cerca de 4% desde que o jornalista desapareceu em 2 de outubro.

Ler mais
Recomendadas

Portugal negoceia com Brasil venda de leite dos Açores

O secretário de Estado da Internacionalização português afirmou hoje à Lusa que está a negociar com o Brasil medidas que permitam a exportação de leite dos Açores para aquele mercado.

Vistos Gold: Investimento chinês cai 41% para 60 milhões de euros no 1.º trimestre

O investimento oriundo da China captado através dos ‘Vistos Gold’ caiu 41% no primeiro trimestre, face a igual período de 2018, para 59,6 milhões de euros, segundo dados estatísticos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Programa de 4 milhões de euros vai permitir circulação de artistas e projetos culturais

O Programa Centro Magalhães vai envolver um investimento de quatro milhões de euros e permitir a “circulação de artistas e de projetos culturais” entre o Alentejo, Algarve e a Andaluzia (Espanha), revelou esta quinta-feira a ministra da Cultura. “O tripé” baseado na “história, criatividade e cooperação” é o que melhor representa o projeto, resumiu Graça […]
Comentários