Euribor mantêm-se a três e 12 meses e sobem para novo máximo a seis meses

As taxas Euribor mantiveram-se esta segunda-feira a três e 12 meses e subiram no prazo de seis meses para um novo máximo desde julho, em relação a sexta-feira.

As taxas Euribor mantiveram-se esta segunda-feira a três e 12 meses e subiram no prazo de seis meses para um novo máximo desde julho, em relação a sexta-feira.

A Euribor a três meses, em valores negativos desde 21 de abril de 2015, manteve-se hoje pela quinta sessão consecutiva em -0,308%, contra o atual máximo desde julho registado pela primeira vez em 24 de janeiro (-0,306%) e o atual mínimo de sempre, de -0,332%, verificado pela primeira vez em 10 de abril de 2017.

A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação e que entrou em terreno negativo pela primeira vez em 06 de novembro de 2015, subiu hoje para -0,232%, um novo máximo desde julho e contra o atual mínimo de sempre, de -0,279%, registado pela primeira vez em 31 de janeiro de 2018.

No prazo de 12 meses, a taxa Euribor, que desceu para valores abaixo de zero pela primeira vez em 05 de fevereiro de 2015, manteve-se hoje pela segunda sessão consecutiva em -0,10asa9%, contra o atual máximo desde julho verificado pela primeira vez em 6 de fevereiro, de -0,108%, e contra o atual mínimo de sempre, de -0,194%, atingido pela primeira vez em 18 de dezembro de 2017.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.

Recomendadas

easyJet vai recrutar copilotos em Lisboa

É requisito obrigatório um mínimo de 500 horas de experiência de voo no modelo A320.

Tem algum conflito de consumo? Já o pode resolver pela internet

Encomendar produtos em sites com sede em qualquer ponto da Europa já não é um tiro no escuro. A plataforma RLL é um sítio interativo, gratuito, acessível em todas as línguas oficiais do espaço europeu, gerida pelo Centro Europeu do Consumidor.

Pedalar a 280 quilómetros horas numa bicicleta? Sim, é possível

O próximo desafio é chegar aos 354 quilómetros por hora na pista de Dreamville nos Estados Unidos.
Comentários