Eurogrupo apoia Philip Lane para integrar Comissão Executiva do BCE

Philip Lane irá substituir Peter Praet, iniciando um mandato não renovável de oito anos, a partir de 1 de junho de 2019.

O Eurogrupo acordou esta segunda-feira o apoio à candidatura do governador do Banco Central da Irlanda, Philip Lane, a membro da Comissão Executiva do Banco Central Europeu (BCE).

“O Eurogrupo deu hoje o seu apoio à candidatura de Philip Lane para se tornar um novo membro do conselho executivo do Banco Central Europeu”, anunciou esta segunda-feira em comunicado.

Philip Lane irá substituir Peter Praet, cujo mandato termina a 31 de maio, e iniciará um mandato não renovável de oito anos, a partir de 1 de junho de 2019.

“A recomendação ao Conselho Europeu, composta pelos Chefes de Estado e de Governo, deverá ser formalmente adoptada pelo Conselho a 12 de Fevereiro. Nesta base, o Conselho Europeu consultará o Parlamento Europeu e o Conselho do BCE. Espera-se então que adote a sua decisão final na sua reunião de 22 a 23 de março”, explicou o Eurogrupo.

As nomeações para a Comissão Executivo do BCE são feitas pelo Conselho Europeu, que deve deliberar por maioria qualificada, numa escolha “entre personalidades de reconhecida competência e com experiência profissional nos domínios monetário ou bancário”.

Relacionadas

Eurogrupo reúne hoje com Portugal na agenda

Eurogrupo irá ainda debater a nomeação do novo membro da Comissão Executiva do BCE para o lugar de Peter Praet, cujo mandato termina a 31 de maio.

Centeno: Brexit e tensões comerciais estão a desacelerar economia na zona euro

“Todos sabemos que representam uma desaceleração do crescimento [económico] na Europa e que essa desaceleração está muito associada aos riscos políticos acumulados na Europa, em particular os que estão relacionados com o ‘Brexit’ e às tensões comerciais”, declarou o presidente do Eurogrupo.
Recomendadas

Trump promete não construir torre se comprar a Gronelândia

“Prometo não fazer isto na Gronelândia”, afirma Trump no Twitter. A publicação do presidente sobre a compra da ilha dinamarquesa pode querer significar que Donald Trump quer avançar com a oferta irrealista. O Governo de Copenhaga já deixou bem claro que a Gronelândia não está à venda e que a ideia é “absurda”.

Produção no setor da construção cresce mais em Portugal do que na UE em junho

Em junho deste ano em comparação com o mês homólogo do ano passado, a produção média no setor da construção subiu 1% na zona euro e 0,6% na UE. Em Portugal, a subida foi maior, de 1,4%.

Continente e Madeira em risco muito elevado de exposição aos raios UV

Dezassete distritos de Portugal continental e o arquipélago da Madeira apresentam hoje um risco muito elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV), segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).
Comentários