Eurogrupo reúne esta quinta-feira com economia da zona euro na agenda

Reunião informal dos ministros das Finanças dos países da zona euro irão debater as previsões de primavera da Comissão Europeia para a zona euro e os desafios associados.

O Eurogrupo reúne esta quinta-feira em Bruxelas e tem como principais pontos de agenda o crescimento económico e os desafios estratégicos na zona euro.

Segundo a agenda do Eurogrupo, os ministros das finanças dos países da moeda única farão “uma troca de opiniões sobre a situação económica da área do euro e debaterá os principais desafios estratégicos com base nas previsões da Comissão Europeia”.

A Comissão Europeia divulgou as previsões de primavera a 7 de maio, nas quais reviu em baixa ligeira o crescimento económico da zona euro. O PIB na zona euro deverá abrandar para 1,2% este ano, pressionado pelo abrandamento da economia e do comércio global, ainda que antecipe que a economia volte a recuperar no próximo ano.

Bruxelas reviu em baixa ligeira as estimativas sobre o crescimento da economia da zona euro e estima atualmente uma expansão de 1,2% para este ano, que compara com os 1,3% projetados em fevereiro. Já para 2020, prevê que o PIB dos 19 países da moeda única cresça 1,6%.

“Os debates regulares sobre a situação económica e os desafios estratégicos estão na base dos esforços do Eurogrupo para promover o crescimento económico e a criação de emprego”, assinala a nota de agenda do Eurogrupo.

Já no formato inclusivo, irá debater o aprofundamento da União Económica e Monetária (UEM), na sequência da Cimeira do Euro de 14 de dezembro.

“Os ministros debaterão os aspetos relacionados com as receitas e analisarão uma panorâmica de todas as características do instrumento orçamental para a convergência e a competitividade da área do euro e, numa base voluntária, dos Estados-Membros do Mecanismo Europeu de Taxas de Câmbio (MTC II)”, refere a agenda, sublinhando que o Eurogrupo deverá elaborar um acordo em junho.

Ler mais
Relacionadas

Incertezas externas levam Bruxelas a rever em baixa crescimento da zona euro

Comissão Europeia vê agora a economia da zona euro a crescer 1,2%, menos uma décima do que nas previsões anteriores. Abrandamento da economia e do comércio global e tensões comerciais pressionam crescimento do PIB.

Crescimento da zona euro acelera para 1,2% no primeiro trimestre

Economia da zona euro registou uma taxa de variação em cadeia de 0,4% nos primeiros três meses do ano, o que representa um acelerar face ao último trimestre de 2018.
Recomendadas

PremiumConsumidores estão a mudar a produção

Cerealis, Grupo Primor, Novarroz e Tété faturam em conjunto cerca de 380 milhões de euros por ano e têm uma presença diversificada em mercados externos. Mas o segredo do negócio passa pela inovação.
greve_motoristas_materias_perigosas_camionistas

Dez horas de negociações não foram suficientes. Motoristas e patrões falham acordo e greve mantém-se

“Trabalhámos em conjunto com o senhor ministro uma proposta que seria razoável para desbloquear a situação. A Antram rejeitou a proposta e a greve mantém-se”, afirmou à agência Lusa o representante do SNMMP, Pedro Pardal Henriques, no final da reunião.

Novas tarifas de Trump terão impacto de 1% no comércio internacional em 2020

A AP Moller-Maersk, empresa que realiza cerca de 20% do comércio marítimo mundial, estima que as tarifas já impostas pelos Estados Unidos tenham minado o comércio mundial em 0,5% este ano, e antecipa que o cenário piore em 2020.
Comentários