Eurostat: até julho Portugal registou 8,8 mil milhões de défice da Balança de Bens

As exportações de bens face ao período homólogo aumentaram 8% neste período, tendo-se verificado um crescimento das exportações intra-UE (10%) e uma diminuição nas exportações extra-UE (-1%). As importações de bens aumentaram 9% neste período.

Segundo o Eurostat, entre janeiro e julho de 2018, Portugal registou um défice da Balança de Bens de 8,8 mil milhões de euros, o que compara com um défice de 7,5 mil milhões de euros registado no período homólogo.

Os dados do gabinete europeu de estatísticas, trabalhados pelo Gabinete de Estudos Económicos, revelam que as exportações de bens face ao período homólogo aumentaram 8% neste período, tendo-se verificado um crescimento das exportações intra-UE (10%) e uma diminuição nas exportações extra-UE (-1%). As importações de bens aumentaram 9% neste período.

O Estado-Membro da União Europeia em que se observou o maior excedente da Balança de Bens foi a Alemanha (141,2 mil milhões de euros), seguida da Holanda (36,2 mil milhões de euros), Irlanda (29,7 mil milhões de euros) e Itália (24,7 mil milhões de euros). O Reino Unido foi o Estado-Membro onde se registou o maior défice (88,8 mil milhões de euros), seguido de França (47,2 mil milhões de euros) e Espanha (19,7 mil milhões de euros).

Entre janeiro e julho de 2018, a Balança de Bens da Zona Euro com o resto do mundo registou um excedente de 118,5 mil milhões de euros, o que compara com um excedente de 125,3 mil milhões de euros no período homólogo, diz o Eurostat.

Neste período, as exportações de bens para fora da Zona Euro aumentaram 4,0% num ano face ao período homólogo e o comércio dentro da Zona Euro aumentou 6,0% (também variação homóloga anual).

Até julho a Balança de Bens da UE a 28 com o resto do mundo registou um défice de 4,1 mil milhões de euros, o que compara com um excedente de 6,3 mil milhões de euros no período homólogo.

As exportações de bens da UE a 28 para o resto do mundo aumentaram 3,6% (variação homóloga anual) neste período e o comércio dentro da região aumentou 5,6%.

Ler mais
Recomendadas

Falta de medicamentos nas farmácias afetam milhares de doentes em Portugal

A indisponibilidade de medicamentos afetou 3,4 milhões de utentes, sendo que mais de 370 mil pessoas não tiveram alternativa a não ser interromper o tratamento.

Trump promete não construir torre se comprar a Gronelândia

“Prometo não fazer isto na Gronelândia”, afirma Trump no Twitter. A publicação do presidente sobre a compra da ilha dinamarquesa pode querer significar que Donald Trump quer avançar com a oferta irrealista. O Governo de Copenhaga já deixou bem claro que a Gronelândia não está à venda e que a ideia é “absurda”.

Produção no setor da construção cresce mais em Portugal do que na UE em junho

Em junho deste ano em comparação com o mês homólogo do ano passado, a produção média no setor da construção subiu 1% na zona euro e 0,6% na UE. Em Portugal, a subida foi maior, de 1,4%.
Comentários