Ex-presidente da Nissan acusado de esconder rendimentos ao fisco

O advogado de Carlos Ghosn informou que vai pedir a libertação do seu cliente sob fiança.

Carlos Ghosn

O ex-presidente da Nissan Carlos Ghosn foi acusado esta sexta-feira de quebra de confiança e de esconder rendimentos da autoridade tributária, de acordo com o Tribunal Distrital de Tóquio.

Carlos Ghosn foi detido a 19 de novembro por alegadamente ter falsificado relatórios financeiros que não reportavam os cerca de 5 bilhões de ienes (cerca de 38 milhões de euros) que deveria receber ao longo de cinco anos, até 2015, acordados com a Nissan.

Ghosn, Greg Kelly, outro executivo daquela empresa e a própria Nissan como entidade legal foram acusados ainda de terem escondido rendimentos entre os anos fiscais de 2015 a 2017.

O advogado do ex-presidente da Nissan informou que vai pedir a libertação do seu cliente sob fiança. O período de detenção de Carlos Ghosn deveria expirar hoje. Kelly e a Nissan não foram acusados de quebra de confiança.

Relacionadas

Ex-presidente da Nissan nega acusações perante juiz

Carlos Ghosn negou esta terça-feira perante um juiz as acusações feitas contra ele, na primeira aparição pública após a detenção em Tóquio, a 19 de novembro.

Executivo da Nissan deixa cargo após prisão de Carlos Ghosn

José Munoz, membro sénior da construtora japonesa tirou uma licença “para que possa ajudar a empresa, concentrando-se em tarefas especiais decorrentes de eventos recentes”, referiu a Nissan em comunicado.
Recomendadas

Transportes públicos no Médio Tejo com reduções de pelo menos 40%

A redução vai abranger não só os transportes públicos dentro da região, mas também na ligação a regiões vizinhas (Lezíria, Leiria, Coimbra e Beira Baixa) e os que são usados nas ligações pendulares a Lisboa, incidindo nos passes normais e jovens.

Banco Montepio inaugurou em Abraveses o primeiro balcão de proximidade

Com esta abertura, o Banco inicia a criação de uma rede de balcões de proximidade e conveniência, em zonas menos urbanas, para servir populações que em muitos casos não têm acesso a quaisquer serviços bancários. Depois da abertura de Abraveses, e até ao final de maio, serão inaugurados os balcões de Avanca (Estarreja), Pedras Salgadas (Vila Pouca de Aguiar), Fão (Esposende), Ferro (Covilhã), Ferreira do Alentejo e Oiã (Oliveira do Bairro).

Novo Banco lança abertura de conta através da Chave Móvel Digital

Acedendo ao site novobanco.pt, qualquer cidadão com acesso à chave móvel digital poderá, em casa ou em qualquer outro local, usar este novo processo de abertura de conta.
Comentários