Fernando Pinto defende que as tarifas médias da TAP desceram 4%

O anterior presidente da TAP referiu que as tarifas mais baixas caíram muito mas que as mais elevadas também subiram. “A gestão tarifária dos voos da Madeira da TAP é feita da mesma maneira que os outros voos”, acrescentou Fernando Pinto.

Cristina Bernardo

As tarifas médias praticadas pela TAP desceram 4%, afirmou Fernando Pinto, anterior presidente da companhia aérea, na comissão de inquérito que decorre na Assembleia Legislativa da Madeira, sobre a gestão da Madeira.

“Houve redução de preço médio nas tarifas. As tarifas mais baixas caíram muito. As tarifas mais altas também subiram. É natural. Isto cria oportunidades”, explicou Fernando Pinto.

A gestão tarifária dos voos da Madeira feita pela TAP é feita “da mesma forma” que todos os outros voos, defendeu o anterior presidente da TAP, que acrescentou que “não tem forma” de se introduzir balizas que adaptem as tarifas ao limite máximo do subsídio de mobilidade.

 

Recomendadas

Restaurantes devem afixar preços com clareza à entrada, diz Deco

A lista do dia e os preços praticados, com taxas e impostos incluídos, devem estar, clara e obrigatoriamente, afixados à entrada do estabelecimento, em local bem visível do exterior.

Aprovado relatório e contas da Assembleia da Madeira de 2017

Na proposta de Orçamento da Região, para a Assembleia da Madeira, estava inscrita uma despesa de 13,6 milhões de euros e uma receita de 13,7 milhões de euros.

UNESCO põe Açores entre as melhores práticas de proteção do património subaquático

A UNESCO distingui mais quatro projetos, de outros países. Os projetos foram designados por recomendação do conselho consultivo e técnico da organização das nações unidas para a educação, ciência e cultura, como boas práticas que promovem o acesso público responsável ao património cultural subaquático.
Comentários