Fernando Pinto defende que as tarifas médias da TAP desceram 4%

O anterior presidente da TAP referiu que as tarifas mais baixas caíram muito mas que as mais elevadas também subiram. “A gestão tarifária dos voos da Madeira da TAP é feita da mesma maneira que os outros voos”, acrescentou Fernando Pinto.

Cristina Bernardo

As tarifas médias praticadas pela TAP desceram 4%, afirmou Fernando Pinto, anterior presidente da companhia aérea, na comissão de inquérito que decorre na Assembleia Legislativa da Madeira, sobre a gestão da Madeira.

“Houve redução de preço médio nas tarifas. As tarifas mais baixas caíram muito. As tarifas mais altas também subiram. É natural. Isto cria oportunidades”, explicou Fernando Pinto.

A gestão tarifária dos voos da Madeira feita pela TAP é feita “da mesma forma” que todos os outros voos, defendeu o anterior presidente da TAP, que acrescentou que “não tem forma” de se introduzir balizas que adaptem as tarifas ao limite máximo do subsídio de mobilidade.

 

Recomendadas

Ter radioterapia é uma vantagem para a Madeira, diz diretor de ginecologia do SESARAM

O responsável pela ginecologia/obstetrícia disse ainda pensar que Rafael Macedo estaria capacitado para realizar os tais 63 exames de medicina nuclear, durante a comissão de inquérito à unidade de medicina nuclear.

“Fala-se muito num hospital novo, mas as paredes não funcionam sozinhas”, Pedro Costa Neves

O médico refere que o Hospital Doutor Nélio Mendonça tem “problemas de perda de valências e de falta de referências” e que esta é a causa para uma “degradação dos cuidados que presta”.

Madeira vai reabilitar 27 habitações degradadas ao abrigo do programa PRID

O PRID visa conceder apoio a famílias que não têm acesso a crédito bancário de modo a procederem a obras na habitação.
Comentários