Fernando Tavares Pereira: “O Sporting precisa de solidez e equilíbrio”

“Estou sempre disponível para ajudar o Sporting, caso haja necessidade”, explicou o empresário em declarações ao Jornal Económico. Fernando Tavares Pereira já foi apontado à presidência dos ‘leões’ em 2011 e 2013, mas nunca quis ir a votos.

Cristina Bernardo

O empresário e reconhecido associado de longa data do Sporting Clube Portugal Fernando Tavares Pereira, presidente do grupo Tavfer e patrono do Movimento Apoio a Vítimas dos Incêndios de Midões, defende que o que o “clube precisa agora é de solidez e equilíbrio”.

Em declarações ao Jornal Económico, e sem se comprometer com qualquer intenção de, no futuro, vir a concorrer à presidência do clube de Alvalade, Fernando Tavares Pereira afirmou: “Estou sempre disponível para ajudar o Sporting, caso haja necessidade”.

Aos olhos do empresário natural de Midões, Tábua, distrito de Coimbra, o Sporting CP continua a ter uma direção “para todos os efeitos”.

“Atualmente, há um conselho diretivo e havendo eleições dos órgãos sociais, será para o conselho fiscal e assembleia geral”, uma vez que a direção de Bruno de Carvalho não se demitiu.

Apesar do panorama desportivo e dos incidentes na Academia de Alcochete, que considerou “tristes”, Tavares Pereira acredita que a situação do Sporting CP deteriorou-se em boa medida por se falar tanto do clube, “que é uma coletividade muito grande e representa muitas pessoas”.

Na segunda-feira, 21, os verde e brancos emitiram um comunicado na sequência dos “gravíssimos acontecimentos ocorridos na Academia Sporting”, que dava conta de várias medidas que “vigorarão até à conclusão da investigação do Ministério Público em curso e do processo de averiguações interno que logo se desencadeou”. Uma dessas medidas é a “suspensão imediata dos benefícios protocolados” com a claque Juventude Leonina (Juve Leo).

Para Tavares Pereira, que chegou a ser nomeado sócio do ano do Sporting CP, em 2015, o clube de Alvalade “precisa de tomar medidas bem pensadas”, tendo em conta a crise que atravessa.

O empresário de Midões, com atividade em vários sectores como o turismo e inspeção automóvel, acredita que este é o momento de “respeitar as pessoas e unir os sócios”.

Fernando Tavares Pereira é um rosto conhecido no universo ‘leonino’. Foi um dos investidores do chamado ‘fundo de jogadores’, promovido durante a liderança de José Eduardo Bettencourt no Sporting CP e o seu nome já foi apontado a uma corrida presidencial no clube mais do que uma vez, sobretudo em 2011 e 2013, mas nunca foi a votos.

 

 

Ler mais
Relacionadas

Augusto Inácio substitui André Geraldes como diretor-geral de futebol do Sporting CP

Augusto Inácio, de 63 anos, já desempenhou estas funções entre 2013 e 2015 e estava sem clube depois de ter treinado os egípcios do Zamalek.
Recomendadas

Mourinho explica porque viveu em hotel em Manchester: “Não queria lavar a roupa e não sei engomar”

“Tinha que lavar a roupa, e eu não quero. Não sei engomar. Tinha de cozinhar e depois as minhas refeições seriam sempre ovos mexidos com bacon porque é a única coisa que sei fazer”, disse o treinador português antes do embate entre o Tottenham e o seu antigo clube, o Manchester United.

Marcelo Rebelo de Sousa diz que é lógico condecorar Jorge Jesus

“Já verifiquei que todos os outros treinadores [José Mourinho e Manuel José] que venceram competições comparáveis àquela que venceu Jorge Jesus, todos foram condecorados, portanto é lógico que Jorge Jesus venha a ser também condecorado”, referiu o Presidente.

Lionel Messi vence a bola de ouro pela sexta vez

Eleito por seis vezes o melhor jogador do mundo, o argentino leva vantagem no confronto direto com o português e capital da seleção nacional, Cristiano Ronaldo.
Comentários