Fidelidade Chiado8 Arte Contemporânea passou a designar-se Fidelidade Arte

Inaugurado em janeiro de 2002, o espaço da Fidelidade dedicado à cultura contribuiu para a reabilitação do Chiado, através da partilha com a população de projetos dedicados à Arte Contemporânea.

Fidelidade Chiado8 Arte Contemporânea passa a designar-se, a partir desta sexta-feira, Fidelidade Arte.

O espaço no Chiado dedicado exclusivamente à promoção da arte contemporânea, renasce assim como Fidelidade Arte, apostando numa “programação artística diversificada”, assegura a companhia de seguros.

O processo de mudança para Fidelidade Arte “decorre no âmbito da estratégia de responsabilidade social da Seguradora, que privilegia a inclusão social, a prevenção em saúde e o envelhecimento com qualidade, apostando também na promoção da cultura”, explica a companhia em comunicado.

Com a Fidelidade Arte, a seguradora “reforça o seu contributo para a educação e literacia cultural, disponibilizando um local emblemático no centro da cidade de Lisboa, que permite o acesso gratuito, da população em geral, a projetos artísticos nacionais e internacionais”.

Localizado paredes meias com o Teatro Nacional de S. Carlos e a Brasileira do Chiado, “desde que abriu ao público, o Fidelidade Arte já recebeu cerca de 100 mil visitantes, posicionando-se como uma referência nos circuitos artísticos em Lisboa, refletindo a aposta determinada da Companhia na divulgação da Arte Contemporânea junto da população”, afirma Ana Fontoura, Diretora de Responsabilidade Social do Grupo Fidelidade e coordenadora da Fidelidade Arte.

Posicionando-se atualmente como um local artístico de referência, destacou-se sempre pela programação cultural diversificada: entre 2002 e 2006 esteve sob a responsabilidade do Galerista Fernando Santos, com a exibição de obras de artistas portugueses, como Alberto Carneiro, Costa Pinheiro, Gerard Castello-Lopes ou Nikias Spakinakis, ou estrangeiros, como Antoni Tàpies, Jan Voss ou A.R. Penck.

Ler mais
Recomendadas

Já conhece os novos emojis? Veja as novidades que vão chegar no outono

“A celebração da diversidade em todas as suas formas é indissociável dos valores da Apple e todas estas novas opções ajudam a preencher uma lacuna gigante no teclado de emojis”, explica a empresa em comunicado.

Dono da Louis Vuitton ultrapassa Bill Gates na lista dos mais ricos do mundo

Esta é a primeira vez, desde que o ranking da Bloomberg foi criado, há sete anos, que Bill Gates não surge nos dois primeiros lugares. Bernard Arnault conta agora com um património na ordem de 108 mil milhões de dólares, enquanto Bill Gates estabilizou em 107 mil milhões de dólares.

Água de icebergs vendida a 80 euros e água com “frequências sonoras de amor” entre as melhores do mundo

Extraídas a 914 metros de profundidade no Havai, de fontes nas ilhas Fiji ou polvilhadas com ouro. São assim algumas das águas engarrafas mais caras do mundo.
Comentários