FIFA rejeita SuperLiga europeia e aposta no Mundial de Clubes

A FIFA não quer uma SuperLiga europeia e prefere apostar no Mundial de Clubes, competição que irá contar com 24 equipas e que se vai estrear na China em 2022.

A FIFA rejeita para já a ideia de organização de uma SuperLiga Europeia, apesar dos avanços de clubes como o Liverpool e Manchester United no sentido de incentivar outros grandes clubes europeus à criação de uma nova competição, onde estejam agregados os grandes emblemas do futebol europeu.

Escreve o espanhol “Palco23” que o presidente da FIFA, Gianni Infantino, assegurou que não está interessado numa SuperLiga europeia após conhecer os avanços de grandes clubes da Premier League que estarão já a agregar os grandes clubes das restantes “Big 5” (La Liga, Ligue 1, Serie A e Bundesliga) para conversações no sentido de definir os contornos de uma competição alternativa à Liga dos Campeões.

Desta forma, Gianni Infantino antecipa a aposta no Mundial de Clubes para demarcar-se da posição do Liverpool e Manchester United. Em entrevista a alguns media suíços, Infantino recordou que “a FIFA está concentrada no renovado modelo Mundial de Clubes que contará com 24 equipas e que se irá celebrar na China pela primeira vez em 2022”.

“O Liverpool tem 180 milhões de aficionados em todo o mundo, enquanto que o Flamengo tem 40 milhões de fãs e 39 milhões destes fãs estão no Brasil; o Liverpool tem, talvez, 5 milhões de aficionados em Inglaterra e 175 milhões em todo o mundo”, realçou Gianni Infantino.

Neste sentido, Infantino quer que os clubes não europeus sejam atrativos a nível global: “Essa é a minha visão: ter 50 clubes e 50 seleções nacionais que possam converter-se em campeões do mundo”.

Recomendadas

Lebron James renova com os LA Lakers e vai ganhar 70 milhões em duas épocas

Lebron James é uma das grandes figuras do basquetebol mundial, estatuto que saiu reforçado depois de voltar a conquistar o título na temporada passada pelos LA Lakers. Caso cumpra a extensão do contrato agora assinada, cumprirá 20 anos de carreira na NBA.

“Estamos empenhados para que todos os adeptos possam vir ao Mundial”, diz secretário geral do Qatar 2022

Hassan Al-Thawadi mostra-se confiante de que todas as soluções serão encontradas para combater a Covid-19 e assim ter adeptos nos estádios durante a competição.

Diogo Jota na Web Summit: “e-sports dão-te a capacidade de gerir e competir ao mesmo tempo”

O dianteiro da Seleção Nacional confessou a sua paixão pelos desportos eletrónicos, já que o avançado dos ‘reds’ é fã de FIFA e Football Manager: “e-sports? sempre gostei muito da parte da gestão e os e-sports dão-te capacidade de competir e gerir ao mesmo tempo. Gosto muito de jogar FIFA e Football Manager”, realçou.
Comentários