Filhos no ensino secundário? Estas são as novas datas dos exames nacionais

As alterações vêm no sentido de melhorar a autonomia e flexibilidade curricular de maneira a que permita a permuta e substituição de disciplinas.

As datas dos exames nacionais do ensino secundário para o corrente ano letivo sofreram alterações.

De acordo com um despacho publicado, esta quarta feira, no ”Diário da República”, foram alteradas as datas de três exames nacionais na primeira fase e de nove na segunda fase.

Entende a tutela que as datas dos exames nacionais anteriores estavam “comprometidas”, tendo por isso sido “ajustadas” para “salvaguardar o necessário equilíbrio na calendarização dos exames nacionais do ensino secundário”.

 

Primeira fase:

Exame Data nova Data antiga
Economia A26 de junho às 9h3027 de junho às 9h30
Desenho A26 de junho às 9h3021 de junho às 9h30
História da Cultura e das Artes21 de junho às 9h3019 de junho às 9h30


Segunda fase:

ExameData novaData antiga
Economia A18 de julho às 14h18 de julho às 9h30
História da Cultura e das Artes19 de julho às 14h18 de julho às 9h30
Filosofia22 de julho às 14h19 de julho às 14h
História B23 de julho às 9h3022 de julho às 14h
Alemão, Espanhol, Francês e Inglês23 de julho às 9h3022 de julho às 14h
Geografia A19 de julho às 19h23 de julho às 14

 

Ler mais
Recomendadas

Respostas Rápidas: É cliente da Caixa Geral de Depósitos? Saiba o que muda a partir de maio de 2019

Em 2019, os clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD) vão sentir alterações nas comissões. A partir do dia 1 de maio, o banco público vai alterar as comissões em quatro produtos ou serviços que disponibiliza aos seus clientes.

BdP: Portugueses contraíram 58 mil créditos ao consumo em dezembro

Só o número de contratos de crédito concedido por via de cartões de crédito e descoberto diminuiu, segundo os dados do Banco de Portugal.

GNR encontrou mais de 400 condutores em excesso de velocidade só na quarta-feira

A Guarda Nacional Republicana adianta que fiscalizou anteontem diversos peões e 3.487 condutores, tendo detetado, em 24 horas, 1.200 infrações em estradas nacionais, municipais e arruamentos no interior de localidades de todo o país.
Comentários