Filipe Bismarck é o único candidato à presidência da ANJAP

O Jornal Económico apurou que o advogado foi o único a apresentar candidaturas a todos os órgãos nacionais e regionais da associação. Os resultados das eleições serão conhecidos no dia 14 de dezembro.

Filipe Bismarck, vogal da direção da Associação Nacional dos Jovens Advogados Portugueses (ANJAP), foi o único a apresentar candidaturas a todos os órgãos nacionais e regionais da associação. É licenciado em Direito na Universidade Católica e tem um mestrado Forense na vertente Direito Civil & Direito Empresarial.

Este advogado da Teixeira Duarte passou pelas sociedades Neville De Rougemont LLP e Vieira Fonseca & Associados – Sociedade de Advogados. Foi ainda secretário-geral da European Law Students’ Association e é autor da tese intitulada “A introdução das acções sem valor nominal no direito português”.

O Jornal Económico apurou também que para a Direção Regional de Coimbra da ANJAP concorrem duas listas.

As eleições estão marcadas para 14 de dezembro.

Recomendadas

CCA Ontier tem nova coordenadora de Contencioso

A CCA Ontier anuncia a nomeação da advogada Catarina Limpo Serra como associada coordenadora do departamento de Contencioso.

Bloco de Esquerda avança com projeto de regulação das relações laborais na advocacia

Projeto de lei entregue hoje na Assembleia da República visa garantir que “as relações laborais no âmbito da advocacia são desenvolvidas dentro da legalidade, através de um contrato de trabalho reduzido a escrito, aplicando-se o Código do Trabalho ao início, ao conteúdo e à cessação dessas relações laborais”.

Quem pode auditar os créditos do Novo Banco? PwC auditou em 2017, EY em 2018 e KPMG tem legado do BES

Qual é a auditora que tem independência para avaliar os créditos do Novo Banco? Depois da KPMG, da PwC e da EY, só resta a Deloitte das “Big Four” para fazer a grande auditoria aos créditos do banco desde os tempos do BES que os políticos pediram.
Comentários