Fim de semana com temperaturas acima dos 30 graus

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê uma subida da temperatura máxima, que deve rondar os 30º, com céu pouco nublado ou limpo e vento fraco até domingo.

Depois de uma breve descida da temperatura registada nos últimos dias, o tempo quente está de volta esta quinta-feira nas regiões do interior e sul de Portugal continental. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê uma subida da temperatura máxima, que deve rondar os 30º, com céu pouco nublado ou limpo e vento fraco até domingo.

A cidade mais quente deverá ser Évora, onde as temperaturas podem vir a ascender aos 33 graus celsius. Em Beja e Santarém devem chegar aos 32º, Castelo Branco aos 31º e Faro e Portalegre aos 30º.

Já no norte e litoral, os termómetros devem chegar até aos 29º em Coimbra, 28º em Lisboa e Viseu, 27º em Vila Real e Braga, 26º em Leiria e 25º em Viana do Castelo e Porto.

Na sexta-feira, o IPMA prevê que as temperaturas máximas venham a atingir valores ainda mais altos. Lisboa deve chegar aos 29 graus, 26º no Porto, 30º em Faro e 34º em Évora e Beja. Para o fim de semana, o calor deve apertar ainda mais. O IPMA avança que Lisboa vai chegar aos 32º e Beja deve subir aos 35 graus.

O IPMA alerta ainda para o risco “muito elevado” de exposição à radiação ultravioleta (UV) esta quinta-feira, recomendando o uso de protetor solar, óculos de sol e chapéu.

Recomendadas

Táxis: Taxistas insistem que mantêm protesto até serem recebidos pelo Governo

Os taxistas continuam este sábado parados, pelo quarto dia consecutivo, e determinados a manter o seu protesto até serem recebidos pelo Governo, disse hoje Florêncio Almeida, da Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros de Passageiros (ANTRAL).

Diretor artístico do Museu de Serralves apresenta demissão

O diretor artístico do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, João Ribas, apresentou na sexta-feira a sua demissão porque “já não tinha condições para continuar à frente da instituição”, segundo disse o próprio ao jornal Público.

Taxistas reagem com irritação a reunião com o PSD

O presidente da Federação Portuguesa do Táxi (FPT), Carlos Ramos, afirmou aos presentes na Praça dos Restauradores, em Lisboa, que “foi irritante” a forma como foram recebidos pelo PSD na Assembleia da República.
Comentários