Fórum Capitalizar debate financiamento das empresas nacionais

Fórum promovido pelo JE e pelo Novo Banco junta à mesma mesa empresários, sindicalistas e banqueiros, para debaterem a capitalização das empresas. A não perder, no dia 17 de janeiro, no Museu do Oriente, em Lisboa.

O Jornal Económico e o Novo Banco vão promover, no próximo dia 17 de janeiro, a primeira edição do Fórum Capitalizar. Em debate neste evento, que junta à mesma mesa empresários, dirigentes sindicais e banqueiros, estarão os diferentes mecanismos de capitalização das empresas, que são fundamentais para as suas estratégias de inovação, crescimento e internacionalização.

O Fórum terá lugar durante a manhã do dia 17, no auditório do Museu do Oriente, em Lisboa.

Com início às 09h00, a sessão de abertura caberá ao CEO do Novo Banco, António Ramalho, como keynote speaker.
Às 9h30, segue-se um frente a frente entre o líder dos patrões e o secretário-geral de uma das grandes confederações sindicais. Esta conversa entre António Saraiva e Carlos Silva, presidente da CIP e líder da UGT, respetivamente, será moderada por António Ramalho, tendo como tema “o investimento como fator de sustentabilidade”.

Após o coffee-break, terá lugar um debate sobre “o investimento como fator de crescimento”, que contará com as participações de Vítor Fernandes, administrador do Novo Banco, José Theotónio, CEO do Grupo Pestana, Jaime Andrez, presidente do programa COMPETE 2020, Avelino Gaspar, presidente da Lusiaves, e Kim Kreilgaard, chefe da representação em Portugal do Banco Europeu de Investimento (BEI). Este debate, que se estenderá até às 12h15, será moderado por Filipe Alves, diretor do Jornal Económico.

Para conhecer o programa completo desta e de outras conferências promovidas pelo Jornal Económico em parceria com diversas entidades, sobre temas relevantes da atualidade, visite a página das nossas conferências.

Recomendadas

Um ministro das Finanças e um orçamento comum, as receitas de Blanchard para a Zona Euro

O antigo economista-chefe do FMI traçou o caminho para uma política monetária e orçamental mais coordenada para a zona euro. Além da criação de um posto de ministro das Finanças, Olivier Blanchard disse que é essencial agilizar as políticas sobre o défice e sugeriu um orçamento comunitário comum.

Governo estuda emissão de obrigações para empresas industriais

O Governo está a estudar lançar emissões de obrigações agrupadas para vários setores, nomeadamente o industrial, depois de anunciar hoje uma operação destinada a empresas de turismo, de acordo com o ministro Adjunto e da Economia.

“A economia está a arrefecer”, alerta banco central da Alemanha 

O Bundesbank, banco central alemão, considerou esta segunda-feira que a economia da Alemanha está a abrandar após um período de grande prosperidade, mas espera uma estabilização no segundo semestre do ano.
Comentários