Fórum Capitalizar debate financiamento das empresas nacionais

Fórum promovido pelo JE e pelo Novo Banco junta à mesma mesa empresários, sindicalistas e banqueiros, para debaterem a capitalização das empresas. A não perder, no dia 17 de janeiro, no Museu do Oriente, em Lisboa.

O Jornal Económico e o Novo Banco vão promover, no próximo dia 17 de janeiro, a primeira edição do Fórum Capitalizar. Em debate neste evento, que junta à mesma mesa empresários, dirigentes sindicais e banqueiros, estarão os diferentes mecanismos de capitalização das empresas, que são fundamentais para as suas estratégias de inovação, crescimento e internacionalização.

O Fórum terá lugar durante a manhã do dia 17, no auditório do Museu do Oriente, em Lisboa.

Com início às 09h00, a sessão de abertura caberá ao CEO do Novo Banco, António Ramalho, como keynote speaker.
Às 9h30, segue-se um frente a frente entre o líder dos patrões e o secretário-geral de uma das grandes confederações sindicais. Esta conversa entre António Saraiva e Carlos Silva, presidente da CIP e líder da UGT, respetivamente, será moderada por António Ramalho, tendo como tema “o investimento como fator de sustentabilidade”.

Após o coffee-break, terá lugar um debate sobre “o investimento como fator de crescimento”, que contará com as participações de Vítor Fernandes, administrador do Novo Banco, José Theotónio, CEO do Grupo Pestana, Jaime Andrez, presidente do programa COMPETE 2020, Avelino Gaspar, presidente da Lusiaves, e Kim Kreilgaard, chefe da representação em Portugal do Banco Europeu de Investimento (BEI). Este debate, que se estenderá até às 12h15, será moderado por Filipe Alves, diretor do Jornal Económico.

Para conhecer o programa completo desta e de outras conferências promovidas pelo Jornal Económico em parceria com diversas entidades, sobre temas relevantes da atualidade, visite a página das nossas conferências.

Recomendadas

É oficial: o café está em risco de extinção

Alterações climáticas que se têm sentido nos últimos anos estão a afetar a produção de café.

Inquilinos esperam promulgação de alterações à lei das rendas

A Associação dos Inquilinos Lisbonenses (AIL) disse hoje à Lusa que espera que as alterações à legislação das rendas sejam promulgadas pelo Presidente da República, defendendo que estas podem ser “globalmente positivas”, mas também comportam aspetos negativos.

Reforma da supervisão financeira anunciada há quase dois anos continua por fazer

A reforma da supervisão financeira faz parte do programa do Governo, de finais de 2015, e logo em 2016 o ministro das Finanças, Mário Centeno, falou da necessidade de lançar uma “reflexão profunda” sobre a supervisão, para que “funcione melhor”, tendo em conta que “a experiência recente do sistema financeiro [português] é dececionante”.
Comentários