Empresa de Guimarães é exemplo de sucesso para a Comissão Europeia

A representante da Comissão Europeia em Portugal está hoje, dia 24, em Guimarães, para conhecer uma empresa que, com o apoio dos fundos europeus, conseguiu crescer e inovar – a Critical Materials.

A visita da representante da Comissão Europeia (CE) em Portugal, Sofia Colares Alves, que também visa explicar os benefícios do investimento europeu, tem início com uma breve receção pelo presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, às 10h30, no Largo Cónego José Maria Gomes. Está então previsto que ambos sejam recebidos por Gustavo Rodrigues Dias, CEO da Critical Materials, para conhecer o impacto real dos fundos europeus na empresa e, por consequência, na economia.

Para a Comissão Europeia, o financiamento e o contributo da União Europeia “têm sido decisivos para que muitas empresas criem e mantenham empregos, ultrapassem desafios, cresçam, inovem e modernizem os seus modelos de negócio”.

É nesta ótica de crescimento económico do país que a Critical Materials é apresentada como um exemplo de sucesso. Com sede no AvePark, nas Taipas (Guimarães), esta empresa resulta da transferência de conhecimento tecnológico a partir da Universidade do Minho. É composta por uma equipa de 25 investigadores e engenheiros que desenvolvem soluções para diferentes setores: aeronáutica, aeroespacial, energia e infraestruturas.

O Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE) permitiu consolidar a empresa e estimular o seu crescimento ao nível do software/hardware e de novos mercados. O principal produto da empresa é o PRODDIA, uma ferramenta de gestão que avalia a condição material e a integridade estrutural de componentes críticos em aeronaves, turbinas eólicas e outras infraestruturas complexas.

Até agora, Portugal viu 15 projetos aprovados no âmbito do Fundo Europeu de Investimentos Estratégicos, o pilar financeiro do Plano de Investimento para a Europa, e foram acordados financiamentos a 1 314 pequenas e médias empresas, e startups.

O Plano de Investimento é apenas uma das várias iniciativas para concretizar a prioridade número um da Comissão Europeia: investimento para mais crescimento, emprego e inovação.

Ler mais
Recomendadas

BPI vence Prémio Cinco Estrelas na categoria de Banca Digital

O BPI é líder na penetração do homebanking, com quase metade dos seus clientes particulares a serem utilizadores deste canal. O mesmo acontece no caso dos clientes empresariais, em que 84,5% usam os canais digitais do Banco. Isto segundo o estudo BASEF Banca relativo ao período de fevereiro a agosto de 2018.

Fever vai investir cinco milhões em co-organização de eventos em Portugal

A ronda de financiamento contou também com a participação dos já investidores Accel Partners e 14W Ventures, além da Portugal Ventures e da Caixa Capital.

BCP é a Escolha do Consumidor 2019 na categoria Grandes Bancos

O Banco registou o maior grau de satisfação dos inquiridos face à concorrência, com 7,33 (de 1 a 10), terminando com um índice de satisfação de 71,69% entre os dois mil consumidores consultados.
Comentários