Galp põe PSI 20 em alta em contraciclo com queda das praças europeias

As ações da Galp foram as estrelas da sessão ao subirem 2,16% para 16,780 euros. Isto num dia em que o petróleo está a disparar no mercado de futuros. Europa fechou em queda.

Stringer/Reuters

Depois de 10 sessões de ganhos o EuroStoxx 50 fecha a cair 0,60% para 3.410,27 pontos. A Europa fechou maioritariamente em terreno negativo, no dia em que entram hoje em vigor as novas tarifas dos EUA e China.

A excepção foi Lisboa. As ações da Galp foram as estrelas da sessão ao subirem 2,16% para 16,780 euros. Isto num dia em que o petróleo está a disparar no mercado de futuros.

O presidente norte-americano tinha pedido medidas para contenção na escalada da cotação do petróleo mas na reunião do último fim de semana da OPEP a Arábia Saudita e a Rússia descartaram um aumento adicional imediato na produção, e por causa disso os preços do petróleo estão hoje a reagir com nova escalada, avançando mais de 2%. O Brent referência na Europa subiu quase 3% (2,99% para 81,16 dólares o barril) e o Crude nos Estados Unidos valoriza 2,43% para 72,5 dólares.

A Altri, a Semapa e a EDP são outras ações em alta de mais de 1%. A empresa de Paulo Fernandes ganhou 1,72% para 8,3 euros; a Semapa (dona da Navigator) subiu 1,29% 17,320 euros; e a EDP valorizou 1,27% para 3,265 euros.

O BCP ganhou 0,92% para 0,2533 euros.

Em terreno negativo destaca-se a Mota-Engil que fechou nos 2,075 euros (-2,12%) isto num dia em que se soube que Mota-Engil e a Concor vão construir a segunda maior ponte no continente africano, com uma distância entre torres de 580 metros (Msikaba Bridge, na África do Sul); a Corticeira Amorim fechou em queda de 1,89% para 11,420  euros; a Sonae Capital que fechou nos 0,753 euros  (-1,70%);  a Navigator que ao contrário da Altri fechou negativa (4,258 euros caindo -1,39%); e destaque ainda para a Jerónimo Martins que fechou nos 12,690 euros (-1,44%).

Hoje foi notícia que a Sonae Capital quer fechar a compra dos ginásios Urbanfit.

Os CTT também fecharam em queda (-0,53% para 3,354 euros).

Lá fora, o FTSE de Londres caiu 0,42% para 7.458,4 pontos; o francês CAC deslizou 0,33% para 5.476,17 pontos; o alemão DAX caiu 0,64% para 12.350,8 pontos; o espanhol IBEX caiu 0,81% para 9.512,8 pontos e o italiano FTSE MIB desceu 0,91%.

Em termos macroeconómico destaque para a confiança dos empresários alemães com recuo mais suave que o previsto. O Indicador de sentimento empresarial alemão IFO desceu de 103,8 para 103,7 em setembro, o que ainda assim foi melhor do que o estimado pelos analistas (103,2).

A confiança na situação atual manteve-se, com o indicador a ficar nos 106,4 (estimava-se 106). A componente de leitura de Expectativas para os próximos meses desceu (leitura passou de 101,3 para 101,0, estimava-se 100,5.

Segundo o analista do BCP Ramiro Loureiro, “Mário Draghi ainda deu algum otimismo à banca mas foi sol de pouca dura”.

“O Presidente do BCE vê a inflação subjacente recuperar de forma “vigorosa”, discurso acompanhado de comentários positivos sobre os salários. A apreciação do euro e a queda das bunds levaram à interpretação de que a subida dos juros é um cenário mais próximo. A banca, até teve uma primeira reação positiva, mas que acabou por esmorecer”, diz o analista.

O euro valoriza 0,20% para 1,1772 dólares.

Ao nível da dívida soberana a dívida alemã disparou 4,8 pontos base para 0,51%; a dívida italiana subiu 11,9 pontos base para 2,949%. Os juros da República portuguesa subiram 2,9 pontos base para 1,898% e Espanha vê os juros subirem 2,9 pontos base para 1,524%.

 

Ler mais
Relacionadas

Respostas Rápidas. Preço do brent dispara. Poderá atingir os 100 dólares por barril?

Por trás da subida estão três fatores: a perspetiva de uma queda na produção nos EUA, a decisão da OPEP e outros produtores de manter a oferta ao nível atual e as sanções norte-americanas ao crude iraniano.

OPEP e perspetiva de queda na oferta levam preço do petróleo a superar os 80 dólares por barril

A cotação do barril de Brent está em máximos de maio após o cartel OPEP e outros produtores terem rejeitado o apelo de Trump sobre um aumento da produção. As sanções norte-americanas ao Irão também impulsionam o preço, que poderá ultrapassar os 100 dólares no início de 2019, segundo os analistas.
Recomendadas

Tecnologia anima Wall Street, que aguarda decisões da Fed

Os títulos da rede social Facebook fecharam com um disparo de 4,24%, para 189,01 dólares. Os investidores estão ainda atentos aos resultados trimestrais da Oracle e da Adobe.

Um ministro das Finanças e um orçamento comum, as receitas de Blanchard para a Zona Euro

O antigo economista-chefe do FMI traçou o caminho para uma política monetária e orçamental mais coordenada para a zona euro. Além da criação de um posto de ministro das Finanças, Olivier Blanchard disse que é essencial agilizar as políticas sobre o défice e sugeriu um orçamento comunitário comum.

Energia e Altri põem PSI 20 a cair mais de 1%

As praças de Lisboa, Madrid e Amesterdão destoaram do ‘verde’ das suas principais congéneres da Europa.
Comentários