Ganhos do BCP e da EDP levam PSI 20 para o verde

A Europa ganhou esta quinta-feira, de forma generalizada, a cor verde. Em sentido contrário na Bolsa de Lisboa, destacam-se as perdas da Galp.

Rafael Marchante/Reuters
Ler mais

O PSI 20 fechou esta quinta-feira em terreno positivo, a beneficiar para o sentimento na Europa. A bolsa de Lisboa avançou 0,86% para 5.155,93 pontos, com cotadas 12 no verde, três no vermelho e quatro inalteradas.

Destacam-se os ganhos do BCP, cujas ações subiram 3,1% para 0,223 euros, a suavizar as perdas de agosto. Na energia, a EDP avançou 1,35% para 3,228 euros por ação, a EDP Renováveis valorizou 0,5% para 6,884 euros.

No entanto, a Galp recua 0,57 % para 13,855 euros por ação, numa altura em que os preços no mercado petrolífero seguem em alta. O barril de crude WTI sobe 2,31% para 47,02 dólares, enquanto o de brent valoriza 3,06% para 52,28 dólares.

Ainda em terreno negativo no PSI 20 fecharam a Pharol (0,62% para 0,322 euros) e a Altri (0,41% para 3,680 euros).

“Os primeiros sinais de recuperação foram dados ontem e hoje vemos uma continuação da tendência altista”, explica o gestor da corretora XTB, João Tenente. “O setor bancário regista uma variação mista depois da valorização mais forte do dia de ontem. O setor energético continua a reagir em alta com EDP em destaque”.

Os juros da dívida pública recuam, a seguir a tendência europeia e a negociar próximo de 2,83% no mercado secundário.

O gestor da XTB destaca que o PSI 20 acompanhou os ganhos europeus, acrescentando que este é o segundo dia de ganhos na Europa. “Apesar da valorização de ontem, o mercado esteve a consolidar durante grande parte do dia e hoje ganha um novo fôlego para regressar à tendência altista”.

O alemão DAX ganhou 0,55%, o francês CAC 40 subiu 0,72%, o espanhol IBEX 35 valorizou 0,55%, o italiano FTSE MIB avançou 0,78% e o britânico FTSE 100 subiu 0,55%.

No mercado cambial, o destaque está nas valorizações do dólar, que segue entusiasmado pela inflação abaixo do esperado nos EUA. Quanto à moeda única, segue a deprecia-se 0,08% para 1,1875 dólares e 0,13% para 130,840 ienes. Face à divisa britânica, o euro valoriza 0,31% para 0,9223 libras.

Relacionadas

Lisboa segue em leve alta, acompanha praças europeias

EDP e BCP suportam ganhos da praça nacional. Investidores aguardam dados macro.

Wall Street abre no verde, focado na economia norte-americana

Os investidores estão agora mais focados nos indicadores da economia norte-americana que na tensão geopolítica com a Coreia do Norte.
Recomendadas

Wall Street fecha mista em dia de Farfetch

O Dow Jones fechou em alta em contra-mão com os Nasdaq e S&P. A estreia de bolsa da Farfetch é um dos destaques em Wall Street, tendo a procura levado a uma subida do preço da ação face ao preço da colocação no IPO (oferta pública inicial).

Farfetch vale 7,02 mil milhões de dólares em bolsa

No lançamento do IPO, as ações da empresa valiam 20 dólares (17,03 euros), mas no final da sessão fecharam com uma cotação de 28,5 dólares. Ao fecho da sessão, a Farfetch tinha uma capitalização bolsista de 7,02 mil milhões de dólares (6,13 mil milhões de euros).

Bolsa de Lisboa fecha em terreno negativo em contra-ciclo com a Europa

A família Sonae, a Mota-Engil e a Pharol estragaram a sessão da bolsa lisboeta ao registarem quedas acima de 3%. A maioria das praças europeias encerrou em alta, com os índices ibéricos a registarem performances inferiores aos pares. O Euro Stoxx 50 registou a décima sessão consecutiva de valorização.
Comentários