Gasóleo volta a subir já para a semana (e aumento é significativo)

Gasóleo vai registar nova subida, que pode ascender aos dois cêntimos por litro, atingindo assim máximos de abril. O preço da gasolina não sofrerá alterações.

Quem conduz um carro a gasolina poderá começar a semana sem preocupações, porque este combustível não registará qualquer alteração em termos de preço.

Já quem tem carro Diesel vai ver a sua fatura de combustível aumentar já a partir de segunda-feira. O gasóleo sofrerá novo aumento, o terceiro consecutivo, mas desta feita muito mais significativo do que até agora. Segundo fontes do setor contactadas pelo Jornal Económico, o aumento será de dois cêntimos por cada litro nas principais gasolineiras, quedando-se pelos 1,5 cêntimos nas chamadas “marcas brancas”.

Com este aumento, o preço médio do gasóleo deverá ascender aos 1,258 euros, um valor que já não era visto desde o final de abril deste ano, de acordo com os preços médios divulgados pela Direção-Geral de Energia e Geologia.

Os mais baratos (dados DGEG)
Gasolina(s):
Intermarché de Cantanhede – 1,349€
Intermarché de Vila Real de Santo António – 1,349€
Intermarché da Mealhada – 1,349€
Rede Energia de Monte Gordo – 1,349€
Intermarché de Mira – 1,349€

Gasóleo(s):
Intermarché de Soure (Espadinha) – 1,119€
Intermarché de Santa Clara – 1,119€
E.Leclerc de Caldas da Rainha – 1,119€
Intermarché de Óbidos – 1,119€
Intermarché de Condeixa-a-Nova – 1,119€

Relacionadas

Comissão Europeia não vai investigar combustíveis em Portugal

A instituição europeia considera que não existem atualmente razões para justificar uma análise às margens das petrolíferas e lembra que o caso já está a ser analisado pela Autoridade da Concorrência portuguesa.

Gasóleo volta a subir, mas pouco

A partir de segunda-feira, o gasóleo volta a ficar mais caro, ainda que a subida não irá além de meio cêntimo. Quanto à gasolina, cai pela segunda semana consecutiva.
Recomendadas

Contribuintes pagaram ao Estado quase 4 milhões de euros em cheques carecas

No primeiro semestre o Estado foi lesado em 3,7 milhões de euros, mais do que no período homólogo de 2018.

Governo afirma que atribuição de pensões vai ser mais rápida

No ano passado, a Segurança Social processou 50 milhões de pensões e prestações sociais. Cláudia Joaquim refere que a teve ‘luz verde’ a legislação para evitar que, quem fica à espera da pensão durante vários meses e depois recebe todos os montantes em atraso de uma só vez, seja penalizado em sede de IRS.

Nova gama de NIF iniciada por 3 já começou a ser atribuída

Desde esta quinta-feira, os novos NIF para cidadãos nacionais ou estrangeiros já têm um novo primeiro dígito: começa por 3 a sequência de nove números, obrigando à adaptação dos sistemas informáticos por parte de todas as entidades que utilizem o NIF. É o caso de comerciantes, bancos, empresas, contabilistas, entre outros.
Comentários