Glovo celebra primeiro aniversário com entregas a 1 euro

A startup espanhola celebra o seu primeiro ano de atividade, e como recompensa, todas as entregas de restaurantes realizadas durante esse dia terão um custo de 1 euro.

A Glovo, uma aplicação que permite comprar, receber e enviar tudo dentro da mesma cidade a chegar a Portugal, celebra esta quarta feira, 17 de outubro, o seu primeiro aniversário.

Para celebrar, todas as entregas de restaurantes realizadas durante esse dia, efectuadas através da app, terão um custo de 1 euro.

Com o objectivo de proporcionar maior comodidade aos seus utilizadores, a Glovo ampliou o horário para aceitar pedidos das 9 da manhã até às 2 da madrugada.

Ao longo deste primeiro ano de actividade, a Glovo, registou um crescimento do número global de pedidos de entrega da aplicação. Na categoria de lojas, a Glovo possibilita a entrega de vários produtos como flores, vinhos, produtos electrónicos, passando por vestuário e acessórios, ou maquilhagem.

”A procura de exclusividade tanto por parte da Glovo como dos parceiros, oferecendo ementas e serviços diferenciados para ir ao encontro dos gostos e costumes dos utilizadores, tanto em Lisboa como no Porto, é outra realidade neste momento de balanço de um ano de actividade em Portugal.” revela a empresa em comunicado.

Recomendadas

“Por que o gasóleo não está a acompanhar descida do barril de petróleo?”, pergunta ANTRAM ao Governo

A ANTRAM alerta para a “situação limite” em que se encontra o setor dos transportes, pressionado pelos custos “excessivos e incomportáveis” que não podendo ser suportados pelas empresas sozinhas, “terão necessariamente de o imputar ao consumidor”.

Combustíveis descem 1,5 cêntimos na próxima semana

Tanto o gasóleo como a gasolina descem 1,5 cêntimos.

Governo recusa novas mexidas nos escalões de IRS

PCP quer criar oitavo escalão de IRS para os rendimentos mais elevados, a partir de 250 mil euros. Governo diz que alterações em sede de IRS em 2018 se farão sentir no próximo ano e que proposta comunista terá impacto diminuto.
Comentários