Golas não se inflamam, diz teste. Veja aqui o relatório completo

As golas antifumo contratadas pela Proteção Civil foram testadas a pedido da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil  (ANEPC) e este teste concluiu que este adereço não se inflama mesmo estando em contacto com chama ou a menos de meio metro de chamas.

“Podemos dizer que as golas testadas não se inflamaram – isto é não entraram em combustão com chama – mesmo quando sujeitas a um fluxo de calor de muito elevada intensidade, produzido por chamas cuja altura variou entre um e quatro metros, mesmo quando colocadas a uma distância inferior a 0, 5 metros das chamas, durante mais de um minuto”, pode-se ler no relatório preliminar divulgado esta terça-feira, 30 de julho.

Veja aqui o relatório completo.

O estudo – que consistiu na realização de testes em 28 golas – foi realizado pelo Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais da Universidade de Coimbra, com a coordenação do professor Domingos Xavier Viegas.

O grupo de trabalho realizou “ensaios complementares com algumas golas” para “analisar o comportamento das golas face ao impacto de partículas incandescentes e ao contacto com uma chama, do tipo chama de isqueiro ou de mato”.

Conclusão? “Verificou-se que as partículas incandescentes perfuravam a gola, mas esta não se inflamava, isto é a combustão com chama não era sustentada”.

“O contato com uma chama viva, produzia uma perfuração de maior ou menor diâmetro, mas em geral a combustão não se sustentava com chama viva”, segundo o documento.

Relacionadas

Ministério Público abre inquérito à compra de golas inflamáveis

PGR confirma que foi aberto um inquérito à compra das golas antifumo inflamáveis distribuídas no âmbito dos programas “Aldeias Seguras” e “Pessoas Seguras”. Na mira da justiça estão as polémicas golas antifumo inflamáveis e os kits de emergência.

“Balbúrdia reina no MAI”. PSD quer “explicações públicas, cabais e integrais” de Eduardo Cabrita

“Tudo isto é lamentável, tudo isto é grave e tudo isto revela uma promiscuidade enorme entre o aparelho do PS e questões de Estado, que devem ser tratadas com independência, com isenção e com total transparência”, acusou Carlos Peixoto, deputado social-democrata.

Programas que compraram as golas inflamáveis foram cofinanciados em 75% por dinheiro europeu

As golas inflamáveis e kits de proteção utilizados pela Proteção Civilforam adquiridos pelos programas “Aldeia Segura” e “Pessoas Seguras”, e estão incluídas na lista de despesas das operações aprovadas no programa Portugal 2020.
Recomendadas

Estabelecimentos na zona de Santos vão encerrar três horas mais cedo

Os empresários da zona de Santos, em Lisboa, vão encerrar os estabelecimentos às 23 horas, entre quinta-feira e domingo, de modo a controlar os ajuntamentos noturnos, informou esta quarta-feira à Lusa o presidente a Junta de Freguesia da Estrela.

Despiste de autocarro causa 14 feridos ligeiros em Camarate

 O despiste de um autocarro de passageiros hoje de manhã em Camarate, concelho de Loures, distrito de Lisboa, causou 14 feridos ligeiros, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa.

Apresentação de certificado digital nos restaurantes deve cair a 1 de outubro

A apresentação do documento de vacinação, recuperação ou testagem vai continuar a ser obrigatório para quem entra em Portugal através das fronteiras terrestres ou aéreas.
Comentários