GoParity, a startup que permite aos utilizadores reverter juros de investimento para conta bancária

A app lançou lançou um Plano de Poupanças Sustentável para investimentos que permite aos utilizadores reverter os juros para uma conta poupança. Segundo as estimativas da startup, esta ação pode render até 8% do investimento realizado, sendo possível levantar o valor a qualquer altura, cancelar o plano ou criar novos.

A plataforma nacional de investimento sustentável GoParity já somou mais de 8.200 investidores nos primeiros três anos de atividade.

A empresa, que conseguiu a primeira licença de intermediação em financiamento colaborativo pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), já permitiu o financiamento de mais de 3,1 milhões de euros em áreas que vão das energias renováveis, ao turismo sustentável, à economia azul, à mobilidade elétrica, desenvolvimento rural, reflorestação, ou economia circular no Brasil, na Colômbia, no Peru e no Uganda.

Ao Jornal Económico, o CEO da startup conta que, mesmo em tempo de pandemia, preparam-se para investir em projetos em Espanha e no Congo.

“Apesar de, nos meses de abril e maio, a empresa ter sentido uma queda no investimento, em junho e julho voltámos aos níveis anteriores e os meses de setembro e outubro foram os melhores de sempre em termos de montante investido e novos investidores”, conta Nuno Brito Jorge.

Segundo o responsável, esta crescente aposta no investimento “verde” reflete uma tendência global que se tem verificado no mundo dos investimentos. Apesar da queda neste tipo de financiamento, “as pessoas parecem estar mais conscientes sobre a decisão de onde colocar o seu dinheiro”, considera o CEO.

Para assinalar o Dia Mundial da Poupança, no passado dia 31 de outubro, a GoPartiy lançou lançou um Plano de Poupanças Sustentável para investimentos. Com esta nova funcionalidade qualquer pessoa pode, para além de investir o seu dinheiro em projetos alinhados com os 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável da ONU e obter os juros com o investimento, revertê-los para uma conta poupança e colocar mensalmente dinheiro de lado. Segundo as estimativas da startup, esta ação pode render até 8% do investimento realizado, sendo possível levantar o valor a qualquer altura, cancelar o plano ou criar novos.

Brito Jorge realça que os projetos financiados pela GoParity têm muitas vezes dificuldade em obter financiamento através da banca tradicional “devido à elevada burocracia, complexidade e/ou tempo de resposta”.

“Se já antes, estes projetos tinham um papel importantíssimo na criação de uma economia sustentável, agora, mais do que nunca o seu papel e o da sociedade civil são fundamentais para garantir uma recuperação sustentável a nível social e ambiental”, reforça o responsável.

Ler mais
Recomendadas

“Sobreviver a Pão e Água”. “Centenas” de membros do movimento dispostos a regressar à greve de fome se Governo não aprovar medidas exigidas

Movimento diz que Governo disse que iria apresentar em breve várias das medidas por si exigidas. Se até dia 11 de dezembro, não apresentar as restantes medidas ameaçam que com o regresso à greve de fome em frente ao Parlamento e por todo o país, com “mais de uma centena de pessoas”.

Natal e passagem de ano: estas são as 14 regras que vão vigorar

Restaurantes abertos até à uma da manhã nas noites de natal e de passagem de ano, e natal sem interdição de circulação entre concelhos são algumas da medidas que vão vigorar durante a época festiva. Governo avalia medidas a 18 de dezembro à luz da evolução da pandemia da Covid-19.

Costa adia anúncio de medidas de apoio para as rendas do comércio e da restauração

A 21 de novembro, o primeiro-ministro anunciou que as medidas de apoio para as rendas de lojas e restaurantes seria anunciada nos dias seguintes. Passados 15 dias, o Governo ainda não anunciou os apoios e adiou para a próxima semana.
Comentários