Governo aprovou estratégia nacional para promoção da produção de cereais

O Governo visa atingir, num horizonte de cinco anos, um grau de autoaprovisionamento em cereais de cerca de 40%; 80% no arroz, 50% no milho e 20% no trigo, cevada e aveia, por exemplo. Atualmente, o nível de aprovisionamento de cereais em Portugal é de 20%

O Governo aprovou hoje, dia 12 de julho, a Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais, com objetivo de reduzir a dependência externa e consolidar e aumentar as áreas de produção.

“Tendo em conta o potencial da produção cerealífera em termos territoriais e as oportunidades acrescidas decorrentes do Programa Nacional de Regadio, o Governo visa atingir, num horizonte de cinco anos, um grau de autoaprovisionamento em cereais de cerca de 40% (correspondendo 80% ao arroz, 50% ao milho e 20% aos cereais praganosos, [como o] trigo, cevada, aveia, etc”, revele um comunicado do Ministério da Agricultura.

De acordo com esse documento, a Estratégia Nacional foi elaborada pelo Grupo de Trabalho dos Cereais, coordenado pelo Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, integrando a Associação Nacional de Produtores de Cereais, a Associação Nacional de Produtores de Milho e Sorgo e a Associação de Orizicultores de Portugal.

“De acordo com o diagnóstico do Grupo de Trabalho, a superfície ocupada com cereais correspondia, no final dos anos 80, a cerca de 900 mil hectares, aproximadamente 10% do território nacional, tendo diminuído para 257 mil hectares em 2016. Este decréscimo decorreu, essencialmente, da discrepância de preços praticados ao longo deste período em Portugal e na União Europeia. Os níveis de auto aprovisionamento apresentam atualmente um valor na ordem dos 23%, situação que o Governo pretende inverter”, destaca o referido comunicado.

A Estratégia para a Promoção da Produção Nacional de Cereais será executada através de um Plano de Ação, elaborado e implementado pelos serviços e organismos de cada área governativa, em função da natureza das medidas em causa, assegura o ministério liderado por Luís Capoulas Santos.

Recomendadas
BCP estabelece protocolo com Jovens Agricultores para financiar a agricultura
O BCP anunciou que vai “reforçar as soluções financeiras que têm vindo a ser desenvolvidas no apoio aos agricultores, e em particular aos jovens agricultores, quer seja pelo apoio financeiro na gestão da sua actividade corrente, através do financiamento das ajudas, quer através da antecipação de incentivos do PDR 2020.
BPI em parceria com a John Deere financia mais de 11 milhões em máquinas agrícolas
A administração do BPI destacou em comunicado que ”o setor agrícola é hoje mais dinâmico e apresenta um forte pendor inovador e mais ligação às universidades e centros de produção de conhecimento, o que o torna mais produtivo e competitivo”.
Sogrape compra Quinta do Centro para reforçar posição no Alentejo
A Sogrape adquiriu esta propriedade de 21 hectares, 13 hectares de vinha plantada, na sub-região de Portalegre, ao jornalista de vinhos britânico Richard Mayson, por um valor não divulgado.
Comentários