Governo avança com processo para criação de nova Estratégia Nacional para o Mar

“Foi exatamente uma das decisões tomadas na última CIAM [Comissão Interministerial para os Assuntos do Mar] realizada em outubro, o processo que levará à criação de uma nova Estratégia Nacional para o Mar”, disse Ana Paula Vitorino.

Cristina Bernardo

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, anunciou hoje, no parlamento, que o Governo já avançou com o processo para a criação de uma nova Estratégia Nacional para o Mar.

“Foi exatamente uma das decisões tomadas na última CIAM [Comissão Interministerial para os Assuntos do Mar] realizada em outubro, o processo que levará à criação de uma nova Estratégia Nacional para o Mar”, disse Ana Paula Vitorino, durante uma audição parlamentar conjunta entre a Comissão de Agricultura e Mar e a Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa.

Apesar de não avançar mais detalhes, a governante indicou que, neste âmbito, está a ser preparada uma listagem de temas sob os quais serão desenvolvidos ‘workshops’.

“É um processo já em curso”, concluiu.

A Estratégia Nacional para o Mar, em vigor até 2020, define um modelo de desenvolvimento do oceano e das zonas costeiras, com o objetivo de permitir que Portugal responda aos desafios para a promoção e competitividade da economia do mar.

Recomendadas

Municípios têm até junho para comunicar se querem ou não descentralização de competências na educação

O Executivo de António Costa decidiu prolongar o prazo por mais dois meses, tendo agora as autarquias até 30 de junho para se pronunciarem junto da Direção-Geral das Autarquias Locais.

Relatório diz que Trump não esteve em conluio com Rússia

O relatório de William Barr, procurador dos Estados Unidos, sobre a investigação de Robert Mueller, diz que não existem evidências de que Donald Trump tenha cometido algum crime mas também não o exonera.

Marques Mendes diz que se Rui Pinto violou a lei tem de ser sancionado

O comentador disse ainda que o país não precisava de uma nova lei de bases para a saúde mas sim de um forte programa de investimento para o sector.
Comentários