Governo avança com sociedades de investimento em imóveis este ano

A introdução dos fundos de investimento em imobiliário, que normalmente são cotados em bolsa, irá possibilitar um crescimento mais sustentável do mercado, segundo o ministro Pedro Siza Vieira.

Cristina Bernardo

O Governo português está a planear apresentar uma proposta de lei para a criação de sociedades de investimento em imobiliário ou Real Estate Investment Trust (REIT) ainda este ano. O anúncio foi feito pelo ministro adjunto, Pedro Siza Veira, esta terça-feira no Portugal Real Estate Summit, segundo noticia a agência Bloomberg.

“Queremos trazer uma abordagem mais profissional à gestão de propriedades e assegurar que aumentamos a oferta de arrendamento”, disse Pedro Siza Vieira, à Bloomberg. “A legislação estará pronta antes do final do ano, para os REIT começarem a operar no próximo ano”.

A introdução dos fundos de investimento em imobiliário, que normalmente são cotados em bolsa, irá fomentar um mercado, já em condições favoráveis, segundo o governante.

A expetativa do Executivo liderado por António Costa é que os REIT atraiam mais investimento para o mercado nacional, mas também que permitam aumentar a oferta de arrendamento, numa altura em que os preços das habitações dispararam para máximos criando dificuldades para os residentes no centro de Lisboa.

A falta de habitações a valores comportáveis para os salários portugueses nos maiores centros urbanos é uma “preocupação” para Siza Vieira. “Sabemos que é um fenómeno global – que os preços estão a subir nos centros das cidade – o que cria um problema social”, disse, acrescentando que a proposta dos REIT é também uma forma de combater esse problema, sem limitar o boom do setor.

 

Ler mais
Relacionadas

PremiumPCP quer mais 45 milhões de euros de impostos sobre imóveis e empresas

Comunistas reclamam aumento da derrama estadual, imposto que recai sobre grandes empresas, e um novo escalão no adicional ao IMI. Querem ainda englobar no IRS rendimentos acima dos 100 mil euros.

Menos de seis meses foram suficientes para vender 85% das casas em Portugal

Investimento efetuado no setor imobiliário já ultrapassou os 70 mil milhões de euros desde 2014. Este valor aproxima-se do pedido de resgate financeiro que foi apresentado por Portugal à troika.
Recomendadas

Preços das casas no Algarve sobem abaixo da média nacional pelo terceiro trimestre consecutivo

No terceiro trimestre de 2018, o preço das habitações no sul do país subiram 13% em termos homólogos, ficando abaixo dos 15,6% da média nacional em igual período, de acordo com o Índice de Preços Residenciais (IPR) da Confidencial Imobiliário (CI).

Taxas Euribor mantêm-se a três, seis e 12 meses

A Euribor a três meses manteve-se hoje pela 11.ª sessão consecutiva em -0,308%, contra o atual máximo desde julho registado pela primeira vez em 24 de janeiro (-0,306%) e o atual mínimo de sempre, de -0,332%, verificado pela primeira vez em 10 de abril de 2017.

Taxa de juro no crédito à habitação subiu para os 1,054% em janeiro

Esta percentagem representa um aumento de 0,1% pontos base (p.b), face a dezembro de 2018. Já a taxa de juros nos contratos celebrados nos últimos três meses, desceu para os 1,282%, menos 14,2 p.b. do que o registado no mês anterior.
Comentários