Governo da Madeira concede benefícios fiscais a projeto tecnológico do Grupo Sousa Serviços Globais

Em causa está um projecto na área dos serviços informáticos com “prestação de serviços de elevada intensidade tecnológica”, explica uma resolução publicada em jornal oficial. O executivo vai conceder um crédito de imposto sobre o IRC.

O Governo da Madeira decidiu atribuir benefícios fiscais a um projeto do Grupo Sousa Serviços globais Lda, alegando que este representa “especial interesse” para a economia regional, de acordo com a resolução publicada em diário oficial na passada segunda-feira.

A resolução explica que está em causa um projeto na área dos serviços informáticos com prestação de serviços de “elevada intensidade tecnológica”, com recursos humanos “qualificados e relevante investimento na formação” dos mesmos e com adaptação da sua “estrutura produtiva à prestação” destes novos serviços, que beneficia deste incentivo fiscal.

O executivo, refere a resolução, vai atribuir “um crédito de imposto sobre o rendimento das pessoas coletivas (IRC)”, para a atividade desenvolvida no âmbito do projeto.

É ainda salientado pelo Governo Regional o investimento produtivo “é essencial ao desenvolvimento” e que o projeto apresentado pelo Grupo Sousa Serviços Globais, Lda., reúne “as condições necessárias” para a concessão dos benefícios fiscais, que estão previstos do código fiscal do investimento.

Recomendadas

Documentário sobre diáspora portuguesa no Havai vai ter estreia nacional na Madeira

O realizador Ponta-Garça referiu também que já está a trabalhar na produção do próximo documentário, um filme mais abrangente que deverá estar pronto em 2020 e se vai debruçar sobre os portugueses em todos os Estados Unidos da América.

Assembleia da Madeira regressa ao trabalho com Venezuela e Zona Franca na agenda

As sessões plenárias da Assembleia Legislativa da Madeira regressam esta terça-feira. O PSD vai apresentar uma recomendação ao governo central para que agilize a concessão de autorizações de residência temporárias aos oriundos da Venezuela devido a razões humanitárias.

Juventude Popular da Madeira promove primeira escola da quadros

A escola de quadros realiza-se a 28 e 29 de abril e terá como diretor José Manuel Rodrigues, deputado do CDS-PP na Assembleia Legislativa da Madeira.
Comentários