Governo de São Vicente quer empresas certificadas na norma de gestão ambiental

As informações foram avançadas pelo presidente do IGQPI, Abraão Lopes, que ministra a formação em São Vicente, iniciada hoje, em parceria com a Direcção Regional de Indústria, Comércio e Energia Norte (DRICEN).

O Instituto de Gestão da Qualidade e da Propriedade Intelectual (IGQPI) realiza em São Vicente uma formação de técnicos em ISO 14001, uma iniciativa que pretende certificar empresas cabo-verdianas nesta norma ambiental, tida como prioridade na CEDEAO.

As informações foram avançadas pelo presidente do IGQPI, Abraão Lopes, que ministra a formação em São Vicente, iniciada hoje, em parceria com a Direcção Regional de Indústria, Comércio e Energia Norte (DRICEN).

A norma de gestão ambiental ISO 14001:2015, como explica a mesma fonte, tem referências a “gestão prudente” e preservação” e cuja acção de capacitação está sendo feita, neste momento, em Cabo Verde e em todos os outros países da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), mais Mauritânia.

Esta iniciativa insere-se, ajuntou, no Programa de Sistema de Qualidade da África Ocidental (PSQAO) a fim de permitir que “os países possam criar capacidade interna de implementação e de gestão da norma ambiental”.

“Portanto é uma norma de âmbito internacional e que pode ser aplicada em qualquer parte do mundo, particularmente em Cabo Verde”, salientou Abraão Lopes, que adiantou que a nível nacional a formação contempla as empresas e instituições e outros serviços públicos e privados com “maior impacto” ambiental.

No total conta-se com cerca de 30 formandos, representantes das empresas e instituições e ainda auditores da qualidade formados, segundo a mesma fonte, pelo IGQPI e que agora recebem formação em ISO 14001:2015.

“O objectivo é termos capacidade nacional e o conhecimento a nível das empresas relativamente à aplicação da norma”, salientou, acrescentando ser a última etapa a certificação a ser atribuída pelo IGQPI, através de uma auditoria externa, em que “o auditor atribui ou não a certificação em função das condições criadas”.

“A ideia é ter uma equipa técnica nacional capaz de ajudar a IGQPI na implementação dessa norma”, lançou o responsável, que espera depois ter empresas “mais sensibilizadas e preparadas” relativamente à gestão ambiental.

A formação, que conta com o financiamento da União Europeia e com capacitação técnica da Organização das Nações Unidas para Desenvolvimento Industrial (UNIDO), decorre de hoje até o dia 20, com componentes teóricos e práticos, e no final com atribuição de certificados de participação.

Ler mais
Recomendadas

OE2019 de Cabo Verde estimado em 644 milhões de euros

As grandes linhas do documento foram aprovadas na reunião do Conselho e Ministros desta quarta-feira.

Grupo Sousa melhora cobertura de Cabo Verde

A transportadora portuguesa Portusline Containers International aumenta a cobertura das ilhas de Cabo Verde com o lançamento, esta semana, de um serviço quinzenal, da marca ‘Alver Line’, ligando Algeciras e Tânger ao Porto Praia e Mindelo.

Portuguesa Transinsular vence concurso em Cabo Verde para transporte marítimo inter-ilhas

A empresa portuguesa Transinsular é a vencedora do concurso público internacional para a gestão e exploração do serviço de Transporte Marítimo Inter-Ilhas, informa o Governo, garantindo que se encontram reunidas todas as condições para a conclusão do processo. Em nota enviada à Inforpress, o executivo cabo-verdiano sublinha que a Transinsular foi a única candidata admitida […]
Comentários