Governo e CP estudam transportes alternativos devido a obras na linha do Douro

A partir da próxima segunda-feira, a circulação de comboios no troço Caíde-Marco de Canaveses será interrompida.

Tiago Petinga/Lusa

O Governo e a CP estão a estudar quais as melhores fórmulas para disponibilizar transportes alternativos aos utentes da linha ferroviária do Douro, cuja circulação será interrompida a partir de segunda-feira próxima, dia 26 de novembro.

“O Governo e a CP estão a desenvolver um conjunto de iniciativas que permitam assegurar níveis de oferta que garantam a plena mobilidade das populações na Linha do Douro durante as obras no troço Caíde-Marco de Canaveses, que começam na próxima segunda-feira”, explica um comunicado Ministério do Planeamento e das Infraestruturas.

Segundo esse comunicado, “a decisão de desenvolver esse conjunto de medidas foi tomada numa reunião entre o secretário de Estado das Infraestruturas e o Conselho de Administração da CP”.

“Durante as obras, a circulação será interrompida no troço Caíde-Marco de Canaveses, estando a CP a trabalhar em soluções que permitam assegurar níveis de oferta adequados nos restantes troços”, adianta o referido comunicado.

De acordo com o ministério liderado por Pedro Marques, “as soluções serão estudadas em coordenação com os municípios, tendo esta semana decorrido já uma reunião entre a CP e o município da Régua e estando prevista nova reunião com os municípios abrangidos nos próximos dias, para estudar ajustamentos que permitam minorar os impactos decorrentes desta interdição do troço Caíde-Marco de Canaveses”.

Será de prever que parte das soluções de transportes alternativos para fazer face à interrupção da circulação na linha do Douro passe pelo aluguer de autocarros para transportar os utentes habituais da CP neste troço ferroviário.

Ler mais
Recomendadas

Jorge Alves foi eleito o melhor enólogo ano em Portugal em 2018

O prémio de Jorge Alves, o enólogo principal da casa desde 2012, atribuído pela revista ‘Vinho Grandes Escolhas’, ficou reforçado pelo destaque aos Mirabilis, dois grandes reservas tinto e branco entre os melhores vinhos do ano.

Empresa de engenharia Quadrante entra na África do Sul

A Quadrante vai desenvolver o projeto de estruturas do futuro ‘Centro Comercial Fourways Mall’, em Joanesburgo, uma obra que será realizada em parceria com a Mota – Engil.

OLI e Vista alegre ganham prémio internacional de ‘design’

O júri internacional reconheceu que a OLI, em parceria com a marca centenária de porcelanas, desafiou os limites do ‘design’, da sustentabilidade e da higiene no espaço de banho.
Comentários