Grécia: Centeno anuncia conclusão bem-sucedida da 3.ª revisão do resgate

O presidente do Eurogrupo aponta que o Conselho de Administração do MEE deverá aprovar o desembolso da quarta tranche do programa de assistência após os procedimentos parlamentares nacionais serem concluídos, o que permitirá transferir para Atenas “uma primeira subtranche de 5,7 mil milhões de euros na segunda quinzenade março”.

O presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, anunciou hoje a conclusão bem-sucedida da terceira revisão do programa de assistência à Grécia, apontando que tal abre caminho ao desembolso de 5,7 mil milhões de euros na segunda quinzena de março.

“Fui informado de que o Grupo de Trabalho do Eurogrupo verificou em 02 de março que todas as ações prévias da terceira revisão do programa do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) para a Grécia foram completadas. A implementação completa das ações prévias confirma o compromisso do Governo grego para com o programa e um esforço de reforma contínuo”, anunciou Centeno, numa declaração divulgada em Bruxelas.

O presidente do Eurogrupo aponta que o Conselho de Administração do MEE deverá aprovar o desembolso da quarta tranche do programa de assistência após os procedimentos parlamentares nacionais serem concluídos, o que permitirá transferir para Atenas “uma primeira subtranche de 5,7 mil milhões de euros na segunda quinzena de março”.

Recomendadas

Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública marca greve para 26 outubro

A decisão foi tomada num plenário de dirigentes e ativistas sindicais da Frente Comum, que se realizou num jardim junto à Assembleia da República, em Lisboa.

Municípios querem baixar IVA das refeições escolares e da iluminação pública

O agravamento das taxas daquele imposto sobre as refeições escolares e sobre a iluminação pública “foi introduzido no período da crise”, como medida “temporária”, mas que “tem perdurado há demasiado tempo” e onera “os cofres municipais”, salientou a Associação Nacional de Municípios Portugueses.

Défice orçamental cai para 576 milhões de euros até agosto

Melhoria do saldo global é explicada pelo ministério das Finanças por um crescimento da receita superior ao aumento da despesa.
Comentários