Grécia: Preços em maio caem face a abril e sobem em termos homólogos

Os preços na Grécia em maio desceram 0,3% face a abril e aumentaram 0,6% face ao mesmo mês de 2017, segundo dados publicados hoje pela agência de estatística grega Elstat.

O maior acréscimo em maio face a abril foi registado no setor dos transportes (2,5%), devido à subida do preço do gasóleo e dos bilhetes de avião, seguido pelo setor dos hotéis, pastelarias e restaurantes (0,8%).

O maior decréscimo ocorreu no ‘item’ da roupa e calçado (11,7%), devido aos saldos de primavera, seguido pelo do equipamento doméstico (0,6%).

Em termos homólogos, o maior acréscimo registou-se nos preços das telecomunicações (3,3%), seguido pelos dos transportes (3%) e das bebidas alcoólicas e tabaco (1,6%).

Por outro lado, face a maio de 2017 registaram-se quedas dos preços no ‘item’ da roupa e calçado (1,1%) e no do lazer e atividades culturais (1,0%).

O Índice de Preços no Consumidor (IPC) harmonizado, que se utiliza no cálculo europeu, em maio, aumentou 0,1% face a abril e 0,8 face ao mesmo mês de 2017.

Relacionadas

Grécia acredita que vai conseguir negociar alívio da dívida com credores ainda este mês

A reunião dos ministros das Finanças da zona euro acontece no próximo dia 21 de junho, estando prevista a apresentação de medidas para a conclusão do programa de assistência à Grécia em agosto.

Grécia: Taxa de desemprego cai para 20,1% em março

A taxa de desemprego na Grécia caiu em março para 20,1%, menos cinco décimas face a fevereiro e menos dois pontos percentuais face ao mesmo mês de 2017, segundo dados corrigidos das variações sazonais hoje divulgados.
Recomendadas

TC: Restrições ao pagamento de subvenções vitalícias aos ex-políticos são constitucionais

O acórdão dá resposta a um pedido de fiscalização sucessiva apresentado em agosto do ano passado pelo anterior Provedor de Justiça, José de Faria Costa, que invocou a violação do princípio da proteção de confiança nas restrições impostas a partir de 2012 à acumulação da subvenção vitalícia com outras remunerações.

Martins da Cruz: “Tenho pena do que estão a fazer ao PSD”

“Tenho pena do que estão” a fazer ao PSD e “não tenho paciência para pacóvios”, declarou o diplomata esta sexta-feira ao DN. Embaixador e ex-ministro sai do PSD em protesto contra a direção de Rui Rio.

PGR: perfil de uma magistrada low profile

Depois de Joana Marques Vidal ter sido dada como permanecendo no cargo, acabou por ser substituída por Lucília Gago. As duas conhecem-se bem. A nova PGR é, tal como a anterior, pouco dada a mediatismos.
Comentários