Greve e concentração de protesto no grupo Ibersol dia 21 de setembro

CGTP revela a marcação de greve dos trabalhadores das empresas do grupo Ibersol com marcas como a Pizza Hut, Burger King, KFC, Pans, O Kilo, Pasta Caffé, Sol. Na lista da reivindicações está o pagamento de trabalho suplementar, melhores salários, carreiras profissionais e o fim da precariedade dos vínculos laborais.

Os trabalhadores das empresas do grupo Ibersol, o maior grupo de restauração nacional, vão estar em greve no próximo dia 21 de Setembro devido à precariedade dos vínculos laborais e para reivindicar melhores salários, carreiras profissionais, pagamento de trabalho suplementar e dois dias de descanso semanal consecutivos, revela a CGTP.

“Os trabalhadores das empresas do grupo Ibersol, o maior grupo de restauração nacional, com marcas como a Pizza Hut, Burger King, KFC, Pans, O Kilo, Pasta Caffé, Sol, entre outras, vão estar em greve e vão concentrar-se junto à sede da empresa, na Praça do Bom Sucesso, no Porto, a partir das 10 horas”, revela a intersindical, em comunicado.

Segundo a CGTP, os trabalhadores estão em luta contra a precariedade dos vínculos laborais, por melhores condições de vida e de trabalho e exigem melhores salários, carreiras profissionais, bem como atualizações de categorias. na lista de reivindicações consta ainda o pagamento de trabalho suplementar, igualdade de tratamento na atribuição de prémios, dois dias de descanso semanal consecutivos, alteração de regulamentos que discriminam e penalizam gravemente os trabalhadores e passagem a efetivos dos trabalhadores com vínculos precários.

“O grupo Ibersol pode e deve pagar melhor e oferecer melhores condições de trabalho, já que em 2017 teve uma subida nos lucros de 34,1%, obtendo 31,2 milhões e os resultados do primeiro semestre de 2018 vão no mesmo caminho”, conclui a CGTP.

Recomendadas
Apritel lamenta “oportunidade perdida” de melhorar práticas ambientais na faturas do operadores
Na sequência da “decisão final sobre a definição do nível mínimo de detalhe e informação das faturas a assegurar aos assinantes sem quaisquer encargos” da Anacom, tornada pública a semana passada, a Apritel não pode deixar de lamentar a circunstância de ser ter perdido uma oportunidade para acompanhar a evolução do setor no sentido das melhores práticas ambientais, através da promoção e incentivo à dispensa das faturas em formato impresso, diz a associação que representa as telecoms portuguesas.
Portugal vai promover desenvolvimento da tecnologia do hidrogénio
A declaração conjunta foi assinada durante o Conselho Informal de Energia que decorreu na cidade austríaca de Linz.
Procura de quartos para estudantes aumenta em cidades fora de Lisboa e do Porto
Este aumento de procura fez-se sentir durante a semana de 8 a 14 de setembro, depois de reveladas as listas das vagas para as universidades.
Comentários