Grupo CaixaBank modifica a política de dividendos e os objetivos de capital

O CEO do CaixaBank, Gonzalo Gortázar, declarou ainda a sua intenção de renunciar à remuneração variável para o ano de 2020.

Um pouco por todo o lado o coronavírus está a alterar a política de dividendos dos bancos. Se em Portugal o BCP anunciou que suspendeu a distribuição de dividendos, em Espanha, o CaixaBank comunicou um resumo das decisões do Conselho de Administração em termos de política de dividendos e objetivos de capital, onde dá conta que decidiu reduzir o dividendo.

“Num exercício de prudência e responsabilidade social, o Conselho de Administração decidiu reduzir o dividendo proposto para o exercício de 2019 de 0,15 euros por ação para 0,07 euros por ação (a ser pago em 15 de abril), e modificar a política de dividendos para o exercício financeiro de 2020 que consiste na distribuição de um dividendo em dinheiro superior a 50% do lucro líquido reportado, passando para a distribuição de um dividendo em dinheiro não superior a 30% do lucro líquido reportado”, anuncia o banco espanhol que é dono do BPI.

Para adaptar a posição do banco ao novo ambiente, e após considerar os novos aspectos regulatórios e de supervisão, o Conselho concordou em reduzir a meta de rácio de solvabilidade CET1 para 11,5% dos 12% estabelecidos anteriormente, anunciou ainda o banco.

O Grupo CaixaBank “quer ter um papel fundamental” na recuperação da economia espanhola e portuguesa, para que esta seja feita o mais rápida possível, e quer facilitar a concessão de crédito sempre que necessário, em coordenação com as linhas de crédito com garantia do Estado.

A entidade ativou um pacote abrangente de medidas com o objetivo de mitigar os efeitos económicos do coronavírus e apoiar as necessidades de empresas e particulares, incluindo uma linha de empréstimos pré-concedidos de até 25.000 milhões de euros para PMEs e trabalhadores por conta própria, adiantar para o dia 20 de cada mês o pagamento de pensões ou perdoar os rendas das casas que são propriedade do grupo CaixaBank.

No estado de alarme em que Espanha se encontra, a instituição também decidiu cancelar a Assembleia Geral Ordinária, prevista para os dias 2 e 3 de abril de 2020 na primeira e na segunda convocatória, respectivamente.

O CEO do CaixaBank, Gonzalo Gortázar, declarou ainda asua intenção de renunciar à remuneração variável para o ano de 2020.

Ler mais
Recomendadas

Morgan Stanley regista lucro e receita acima do esperado no quarto trimestre

A receita, por sua vez, subiu de 10,9 mil milhões de dólares nos últimos três meses de 2019 para 13,6 mil milhões nos meses de outubro a dezembro do ano passado, superando as previsões dos analistas.

BEI mobiliza 50 mil milhões de euros para ajudar PME no primeiro semestre

O Banco Europeu de Investimento (BEI) planeia mobilizar cerca de 50.000 milhões de euros de financiamento no primeiro semestre para ajudar as PME através do novo fundo de garantia criado para lidar com as consequências da pandemia, foi anunciado.

Goldman Sachs e Bank of America surpreendem nos lucros em plena pandemia

Os maiores bancos dos Estados Unidos resistiram à recessão trazida pela pandemia do coronavírus, mas não ficaram imunes às baixas taxas de juro que a crise gerou. O Goldman Sachs teve a melhor receita de ‘trading’ de ações em 10 anos o que compensou a atividade bancária.
Comentários