Guterres na mira de Trump. “Obriguem todos a pagar, não só os EUA”

O secretário-geral da ONU afirmou que a organização está com um défice de 210 milhões de euros e pode ficar sem dinheiro já no fim deste mês. Em resposta, Donald Trump exigiu que esse dinheiro saísse dos cofres dos Estados-Membros.

Denis Balibouse/Reuters

António Guterres, secretário-geral da ONU alertou, esta terça-feira, que as Nações Unidas poderão entrar numa crise económica ainda este mês. Numa carta enviada aos 37 mil empregados, à qual a France Press teve acesso, o português garantiu que têm de ser tomadas “medidas adicionais não especificadas” para garantir o pagamento dos salários. Em causa, está um défice de 230 milhões de dólares (210 milhões de euros).

Em resposta, Donald Trump recorreu ao Twitter para responder ao alerta de Guterres, pedindo ao secretário-geral da ONU que peça dinheiro a todos os países e não só aos Estados Unidos. “Obriguem todos os Estados-membros pagar, não só os EUA”, ‘twittou’.

Apesar do pedido para que os Estados-membros aumentassem as contribuições para o organismo mundial, os países só pagaram 70% da quantia necessária para as operações regulares deste ano, o que perfaz 209 milhões de euros. O orçamento operacional da ONU para 2018/2019 é de quase 4,55 mil milhões de euros, com os Estados Unidos a contribuírem com 22%.

Ler mais
Relacionadas

Guterres em apuros. ONU está com falta de dinheiro e salários estão em risco

Para cortar nos custos, o secretário-geral falou em adiar conferências e reuniões e reduzir os serviços. Na carta dirigida aos funcionários ficou ainda escrito que as viagens oficiais iam ser restringidas apenas para as atividades essenciais.
Recomendadas

Ex-futebolista internacional português Jordão morre aos 67 anos

O ex-futebolista internacional português Rui Jordão morreu hoje, aos 67 anos, disse à agência Lusa fonte do Hospital de Cascais, onde o antigo avançado estava internado, em consequência de problemas cardíacos.

‘Fatura do Ambiente’ revela que potencial de aquecimento global é maior que a atividade económica

O INE divulgou esta sexta-feira a análise de Contas das Emissões Atmosféricas para 2017 com resultados pouco animadores. O potencial de aquecimento global 6,9% aumentou 6,9%, mais 3,6% do que a atividade económica registadas no mesmo período.

Lisboa vai ter mais 10 mil lugares de estacionamento da EMEL no próximo ano

No total, vão passar a existir mais de 100 mil lugares na via pública geridos pela EMEL até ao final de 2020. Autarquia planeia mais fiscalização nos estacionamentos abusivos e em segunda fila.
Comentários